A menina

A menina foi produzida neste mundo e o diabo conhece quem a produziu, mas não conhece a menina, mas o diabo anda o tempo todo atrás de quem produziu a menina, para pegar a menina, e eu passo o tempo todo tentando esconder quem produziu a menina do diabo para que ele não põe as mãos nela. A menina é muito bonita, mas inocente, pois foi produzida ainda agora neste mundo, embora eu tento esconder do diabo quem produziu a menina, o diabo tem poder sobre quem produziu a menina, mas não tem poder sobre a menina, mas o diabo sabe que se pegar quem produziu a menina, ele põe as mãos na menina. Por isso Pedro disse: vigiai e orai, pois, o diabo, vosso adversário, anda em derredor bramando buscando a quem ele possa tragar.

Eu faço o que posso para desviar atenção do diabo de quem produziu a menina, mas a menina, por sua vez, também tem que se ajudar para o diabo não pôr as mãos em quem a produziu, pois se o diabo pôr as mãos em quem a produziu, ela vai junto para os infernos. Por isso tão grande a minha preocupação, de esconder quem produziu a menina do diabo, pois está escrito que o dragão tentou me pegar, mas eu fui arrebatado ao céu e o dragão subiu ao céu para pôr as mãos em mim, mas ele foi precipitado a terra, e vendo o dragão, vulgo diabo, que não tinha como pôr as mãos em mim, desceu a terra para pegar a mulher, que é a menina, mas se diz que foi dado asas, sabedoria, a mulher, que é a menina, para que ela fugisse para o deserto, que é longe dos desejos deste mundo, e vendo o dragão, vulgo diabo, que a menina fugiu dele, lançou de sua boca muita água, que é conversinha mole do diabo, para matar a menina afogada, mas a terra, que são os profetas, servos de Deus, embebeu a água para não deixar que ele afogasse a menina. Então o vulgo diabo foi atrás de quem produziu a menina para que arrastasse a menina para si.

Uma coisa liga a outra, e nós, servos de Deus, estamos tentando desligar a menina, consciência, da carne, que é quem produziu a menina consciência, pois se conseguirmos esta proeza, o diabo perde todo o seu poder sobre a menina, mas enquanto a menina estiver sobre o comando de quem a produziu, o diabo pode pôr as mãos nela, e uma vez o diabo pôs as mãos na tua consciência pela carne, já era. É um trabalho árduo este que o meu Pai pôs sobre os meus ombros, tentar desviar as consciências dos desejos carnais, porque é aí que o diabo põe as mãos nas consciências. Os desejos carnais agem como a força da gravidade sobre as consciências e se elas mesmas não reagirem contra esta força, se deixam levar e se colocam nas mãos do diabo, depois não tem mais como recuperar, já era, temos que lutar para não deixar o diabo pôr as mãos na consciência, mas se o diabo colocar as mãos na consciência, já era, pois esta já é dele. Pode retorcer, achar que não, a partir desse ponto, o diabo nem luta mais por sua consciência, pois ele sabe que é só uma questão de tempo. A batalha já foi vencida por ele, não precisa mais lutar por sua consciência, pois ela já se deixou levar, jogou a toalha, como se diz, ou a tua consciência julga que está dentro de uma brincadeira?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezessete =