Abrir os olhos

A vida sempre nos acena em todo tempo, nos mostra a direção para seguirmos no caminho reto e não andarmos na contramão, mas quem não escuta, não vê, vive à deriva, suas ideias foram acima do Criador, um pequeno sonhador que sempre quis ser controlador, seu fim em um fim abissal. É preciso raciocinar para enxergar o que Deus nos reservou, com os olhos do entendimento compreendemos tudo à nossa volta, mas para isto é preciso abri-los, e deixar que a vida entre em nossa alma para iluminar o que há obscuro, pois a compreensão traz calmaria, o engano, porém, dissensões e trevas para o coração que o carrega. Temos que nos impor diante de Deus e não diante do diabo, temos que lutar pelo Senhor e não por nossos prazeres, levar a paz para nossos corações e conclamar a todos que quiserem experimenta-la também.

A primavera é o desabrochar das flores, o inverno o mais frio, o verão o mais quente, o outono uma transição entre as estações, são todas uma etapa que passam, mas o propósito de Deus sempre será o mesmo, de geração em geração, mas quem ouve e entende o porquê estamos neste mundo? As palavras só têm valor quando são entendidas, caso contrário são só palavras, e esta palavra que falamos desce do céu, alimenta quem esteve tanto tempo faminto, e purifica o coração, pois é preciso banhar-se da vida, beber de sua água, preencher-se, inteirar-se, de cada parte desta grandiosidade. Realizar a vontade de Deus está inteiramente na mão de cada um, pois apenas lá onde ninguém pode pôr as mãos é que se realiza o propósito da vida, e aquele que desceu do céu traz a espada da justiça em suas mãos, aniquila o inimigo e liberta os cativos da própria ignorância, basta só se entregar. Eu não ando de lado e nem de costas, mas ando para frente com o olho na eternidade, pois encontrei o meu bem mais precioso, o meu ser eterno, o senhor que em mim habita, e que o velho ser se desfolhe e o novo floresça com seus frutos excelentes, e o senhor queira minh’alma para si.

 

Por todos os irmãos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × cinco =

Categorias

Postagens Rescentes