Ah! Como eu gostaria!

Gostaria de voltar no tempo, e poder fazer tudo diferente! A começar errando menos, ponderando mais, não fazer as coisas por impulso, ou por emoções banais. Gostaria de ter raciocinado mais cedo o propósito de Deus, e andar desde ontem pelo espírito, não ter perdido tanto tempo, com coisas que não me levaram a lugar algum, aquelas que machucam a alma só de você pensar, ter sido mais inocente, e menos esperto para determinadas coisas, poder passar um apagador em tantas memórias ruins. Infelizmente não existe esse poder de voltar no tempo e agir certo em todas as ocasiões, porém, tenho o poder e devo não errar mais daqui para frente, e que eu faça realmente valer a pena este querer, e que seja uma vontade vinda lá de dentro do meu íntimo, que não seja apenas da boca para fora, mas realmente um desejo lá do fundo do coração.

Como eu gostaria de ver as consciências com gana pelo propósito de Deus, ver seus olhos brilhando pelas coisas do espírito, da mesma forma que brilham pelas coisas da carne. Como eu gostaria de que a mudança fosse recíproca em todos, um desejo conjunto, comum a todos, porém, preciso pensar primeiro na minha mudança, não adianta querer mudar o mundo sem antes mudar a mim mesmo, preciso realizar o propósito dentro de mim. Sei que este propósito é magnífico, uma imensidão e tanto, porém, o saber não nos levará a lugar algum sem o praticar, inclusive a palavra de Deus já nos diz assim; não são os que sabem a lei que herdam o reino do céu, mas os que praticam, mas mesmo sabendo disso, eu ficaria maravilhado tanto da minha mudança, quanto a mudança das demais consciências, e que literalmente fosse visto isto nos quatro cantos desse mundo.

Ah! Como eu gostaria que fosse um querer espontâneo, visto por cada um como prioridade, a realização do propósito de Deus devemos ter como primazia, matar o antigo dono de nossas consciências, a carne que nos dominava, hoje já não nos domina mais, devemos estabelecer o espírito como o rei e comandante de nossa consciência, deixar com que ele nos guie e nos tire de todo mal. Ah! Como eu gostaria que todos trocassem de ser, e vivessem segundo a vontade do espírito, e não da carne que um dia irá morrer. Ah! Como eu gostaria!!!

 

Somando as luzes

Régis e Arthur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =

Categorias

Postagens Rescentes