Ansiedade

Estado de perturbação criado por expectativas, que é a esperança fundada em promessas ou probabilidades. A ansiedade terrena tira muitas consciências do propósito de Deus, como tirava a consciência de Marta, irmã de Maria, com os afazeres domésticos. Nós podemos fazer de tudo neste mundo sem estarmos ligados a nada dele, e podemos também não fazer nada, estando ligados a tudo. A questão, dentro do propósito de Deus é a ligação que a consciência tem com as coisas deste mundo, pois são estas ligações que tiram a consciência do espírito de Deus. Deixe as coisas acontecerem naturalmente como elas tem que acontecer sem criar expectativa de nada, quando uma coisa é sua, ela vem naturalmente em suas mãos.  A própria natureza conhece o caminho como os rios buscam o mar, como se diz de Davi: Eu te tirei detrás dos currais das ovelhas para te colocar sobre o trono de Israel. Não queira forçar a natureza das coisas que você só vai nadar rio acima. Deus já montou um caminho tão lógico para chegarmos a vida eterna do espírito, mas todos os profetas disseram que as consciências se desviaram do caminho do Senhor. Nem Deus entendeu o que aconteceu, pois o curso natural da consciência seria ela buscar a vida, mas não se sabe o porquê, todas elas foram atrás da carne que morre, pondo assim fim ao propósito do Criador-Deus.

Todas as consciências sabem de antemão que a carne vai morrer, e quando a carne morrer, automaticamente a consciência cairá no vazio eterno sem volta. O espírito de Deus já está dentro de cada um de nós pela vida, bastaria a consciência deixar a carne que morre pelo espírito da vida que ela já estaria na vida eterna, mas não tem explicação a consciência ir atrás da carne até o caixão e não se desviar desse caminho. Como dito, seria natural a consciência ir atrás da vida, pois estamos falando de uma eternidade e não desses poucos anos de vida que a carne tem. Se a consciência viver só estes poucos anos de vida que a carne tem, o que será dela na eternidade? Então é tolice se preocupar tanto com esta vida da carne e jogar a consciência no vazio eterno. Vamos fazer as coisas, mas não com ansiedade, mas deixar correr o curso natural das coisas, porque se forçar a natureza das coisas, só vamos comer coisas ruins como acontece na agricultura, não temos mais frutos suculentos, galinhas caipiras e água pura sem cloro.

O ser humano destruiu a natureza das coisas pela ganância ao dinheiro e é ele mesmo que sofre as consequências do seu erro, vive no mundo mal, cheio de ansiedades querendo que as coisas aconteçam, e pior, com isso jogará a consciência que produziu no vazio eterno, não vai levar nada e por fim, como está escrito, ainda perderá a sua alma. E de que valeu toda a sua ansiedade neste mundo? As coisas certas não são forçadas, mas quando uma pessoa força uma situação, ela dá errado, deixe as coisas acontecerem naturalmente como elas tem que acontecer, você não pode deixar de fazer a sua parte, que naturalmente o Criador-Deus faz a Dele. Todas as coisas no universo funcionam assim, seria muito esdrúxulo a razão da vida não funcionar, basta a tua consciência fazer a parte dela que o resto é com Deus.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − dois =

Categorias

Postagens Rescentes