Cães de Pavlov

O sistema límbico é um conjunto de estruturas cerebrais interconectadas que processam emoções, motivações e memória. Pavlov acreditava que o aprendizado só acontecia se houvesse o processo de repetição suficiente até gravar na memória, como Paulo já dizia: eu não me importo em falar todos os dias as mesmas coisas, é segurança para vós. É triste dizer isto, mas os seres humanos, como qualquer outro animal irracional, têm o reflexo condicionado. E o que é o reflexo condicionado? É o que adestra os animais a um estímulo, por exemplo; se tocarmos uma campainha e em seguida dermos um bife para um cachorro durante um mês, e se depois tocarmos a campainha e não dermos o bife, provocamos a salivação no animal preparando o seu aparelho digestivo para receber o bife. É o tal de dá a patinha, ou o hipnotismo nas igrejas. Perguntado por um conhecido se os astros tinham influência sobre as consciências, eu respondi: tem influência sobre a carne, e se a consciência estiver ligada à carne, sofre esta influência, mas se a consciência estiver ligada no espírito não sofrerá, e é a mesma coisa com os instintos animais, se a consciência estiver ligada à carne, ela sofrerá estes reflexos condicionados, isto é, não raciocina e passa pelo processo de reflexo condicionado, ou ainda, a  consciência só vai aprender no muito falar as mesmas coisas, mas a consciência que raciocina, não depende de estímulos externos para chegar à conclusão dos fatos.

O que precisamos para desenvolver um raciocínio lógico são apenas dados elementares, o que nos estimula não são os reflexos condicionados externos, mas sim a luz do saber que brota na alma. Era para os seres humanos serem racionais pela consciência que produzem, mas como eles têm o raciocínio atrofiado não diferem em nada dos outros animais irracionais, vivendo também por estímulos externos, necessitando também de serem adestrados. Pior é que se colocam nas mãos desses escroques avarentos do diabo, como Davi disse: comem o meu povo como se comessem pão. Para quem raciocina basta um sinal, uma expressão, um start, que o raciocínio lógico cuida do resto. Eu canso de montar quadro todos os dias na minha consciência e desenvolver o raciocínio em cima do quadro que montei, trata-se de um dispositivo automático, deveria ser bom para mim, mas pela condição humana, diante do propósito da vida, é péssimo. Por isso sempre tenho vontade de me isolar para não ver tantas abominações contra o Senhor, e poder fazer um trabalho racional saudável para a minha alma. Quando estou sozinho, longe de delinquentes, o meu raciocínio flui para o bem, muitas madrugadas até choro de emoções, mas é só eu chegar perto das pessoas que o caldo entorna e eu fico de cara feia. Nem eu falando muitas vezes, as consciências entendem, já disse milhares de vezes que estamos dentro de um propósito sábio e que depende das nossas consciências realizá-lo para estarem na próxima etapa da vida, mas nem eu dando o bife, elas me dão a patinha.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =