Ciclo

O surto é a crise da doença da alma e a paranoia é aquilo que não deixa a consciência pensar em outra coisa, quando uma consciência ciumenta surta, por exemplo, é a crise da doença, depois ela se acalma e parece que está tudo bem, mas a doença está lá dentro e o ciclo volta novamente, no começo parece tudo bem, mas a coisa vai crescendo dentro dela, até ela surtar de novo e fazer a mesma coisa. Para quebrar este ciclo, a consciência deve se curar da doença, ela teria que se desligar da carne, que é onde está todos os males da consciência e para se desligar da carne só pela compreensão absoluta do propósito de Deus. A consciência sabe que se ela andar pelo espírito, não cumpre com os desejos da carne, seria uma troca literal de existência e os sentimentos do espírito são outros, o amor verdadeiro, a paz, a confiança, a fidelidade e sentimentos semelhantes a estes.

A carne é imediatista, mas o espírito é longânimo, a carne é tudo para agora, mas o tempo do espírito é o eterno, a carne faz oposição ao espírito, por isso Paulo disse que um luta contra o outro para tomar posse da consciência, mas vai depender o lado que a consciência se posicionar para ver quem vai ganhar esta luta. É aí que está todo o lance do propósito de Deus, o lado que a tua consciência vai se posicionar, se ela não conseguir sair das garras da carne perderá a luta pela vida e cairá no vazio eterno, e é dentro dessa luta que estamos. Temos uma eternidade a nossa frente, se ficarmos presos a carne, vazio eterno quando a carne morrer, mas se pelo espírito mortificarmos a carne, vida eterna lá no plano do céu.

 

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + sete =

Categorias

Postagens Rescentes