Ciência divina

Se trata de uma tragédia o fim de toda consciência que não realizar o propósito do Criador-Deus nela. Nós estamos dentro de um propósito sábio, e a consciência que não realizá-lo cairá num vazio eterno sem volta. Pior é que neste mundo ninguém sabe que propósito é este e nem procura conhecê-lo, todas as consciências vivem esta vida da carne como se fosse a única alternativa de vida, ninguém sabe que estamos dentro de um propósito em que há três fases, a fase de espermatozoide, a fase humana e a fase espiritual, ninguém imagina que para passar de uma fase a outra, tudo é regido por leis e princípio. Passaram da primeira para a segunda fase e nem perceberam, muito menos agora sabem que tem que passar da segunda para a terceira fase, tudo que se pregam nas religiões, filosofias e ciência humana são teorias descabidas, puro conhecimento especulativo.

“Eu acho” ou é a “minha opinião” não são respostas para nenhuma ciência exata, mas o raciocínio lógico é que nos mostra a verdade do conhecimento. Por exemplo: o que o ser humano produz como criação é a consciência das coisas. E como eu sei disso? Ora, pois, você tinha consciência quando nasceu? Óbvio que não, e quem produziu a consciência que você tem hoje? Porventura não foi você? E todos os seres humanos que nascem neste mundo produzem a sua consciência independentemente um do outro. Fora isto, é pela consciência que o ser humano produz que ele pensa, raciocina, forma as ideias, pondera e decide o que agir. A consciência também é um manifestador de existência, isto é, é pela consciência que todas as coisas se manifestam e são, sem consciência nada é ou não tem importância de que seja. Por exemplo: quanto vale uma tonelada de ouro sem a consciência dele? A consciência é a simetria da existência, isto é, a consciência é como um espelho onde todas as coisas se manifestam por ela.

Todos nós sabemos que a matéria é morta em si mesma e sendo assim, de onde provém a vida? O mundo inteiro tem conhecimento da existência do espírito, e a vida é uma característica própria da existência do espírito, e se nós temos a vida, é porque o espírito nos vivifica. Mas como assim, se não vemos o espírito? É porque ele habita outro plano, senão, não poderia ocupar o mesmo lugar no espaço, é pelo espírito que a consciência pode dar sequência a vida depois da morte da carne, isto é, a consciência deve passar por uma metamorfose existencial dentro dela, ou ainda, a consciência deve se desligar da carne que a produziu e se ligar no espírito pela vida eterna dela. O papel de transpor a nossa consciência de planos é do espírito, a nossa parte é só se entregar verdadeiramente ao espírito. Se a tua consciência não consegue enxergar nada disso, cairá mesmo no vazio eterno. É lógico que eu fiz um resumo do propósito do Criador-Deus, mas quem quiser saber até os detalhes do propósito da vida, estou aqui disponível vinte e quatro horas por dia, e não é o que eu acho e nem a minha opinião, mas é o que vai acontecer com a tua consciência no dia do juízo.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 18 =

Categorias

Postagens Rescentes