Como num click

Eu descobri o propósito de Deus, vi esta verdade com os meus próprios olhos do entendimento. Mesmo antes, quando era cego, tinha a maior loucura de enxergar esta maravilha e tal foi a minha fé, que Deus abriu os meus olhos do entendimento e como num clik de interruptor, já me vi vendo tudo. Muitas coisas de sabedoria ao meu lado, como está escrito: Eu irei adiante de ti, e endireitarei os caminhos tortos, quebrarei as portas de bronze e despedaçarei os ferrolhos de ferro e te darei os tesouros das escuridades e as riquezas encobertas, para que possas saber que Eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que te chama pelo teu nome.

Isto aconteceu exatamente comigo, sem pôr e nem tirar uma vírgula, hoje tenho acesso a toda sabedoria de Deus concernente a razão da vida, vejo até os mínimos detalhes de como uma consciência deve estar para herdar a vida eterna. Chego ao cúmulo de falar muito mais coisas que jamais alguém falou antes, não se encontra na bíblia, nem em livro algum e jamais alguém falou antes, como também está escrito: desde agora, te faço ouvir coisas novas e ocultas que nunca conhecestes, são criadas agora e não desde então e antes desse dia não as ouvistes, para que não digais: eis que eu já as sabia. O que sei de Deus, aprendi com Deus e nada que não venha de Deus me interessa. Deus me falou que o ser humano produz a consciência como criação, e é a consciência que produzimos que interessa para o seu propósito, a carne, como meu irmão Jesus disse, não presta para nada.

A nossa consciência agora deve passar por uma metamorfose existencial dentro dela, deve se desligar da carne que a produziu e se ligar no espírito pela vida eterna dela. É um trabalho árduo que requer muita dedicação e amor, pois a nossa vida eterna depende disso. Assim como para uma mulher ter um filho, ela deve se doar por completo, pois o filho vai se gerar dentro do ventre dela, assim também a nossa consciência tem que se doar para gerar o filho de Deus nela, o filho da vida eterna, é por este filho que a consciência viverá eternamente. Imagine, a tua própria consciência vai gerar o filho que por ele viverá eternamente, como está escrito: os teus filhos casarão contigo. Quem entende isso?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 20 =

Categorias

Postagens Rescentes