Consciência pura

O que é uma consciência pura? Obviamente que é uma consciência que não é mal-intencionada. E o que é uma consciência mal-intencionada? Trata-se de uma consciência que faz uma coisa, mas com visão em outra, como a maioria das mulheres que não casam por amor, mas pela vida boa que pretendem levar. Elas sujeitam ao marido pelo ganho financeiro, assim como o empregado, patrão. Com relação ao propósito de Deus, ocorre da mesma forma, não existe uma consciência que busque a Deus pelo propósito de Deus, mas as igrejas estão lotadas de pessoas para Deus ver seus lados carnais, são consciências mal-intencionadas, nenhuma consciência busca a Deus pelo propósito de Deus, mas sempre tem alguma coisa por detrás. Por isso, quando uma consciência nova vem me ouvir falar de Deus, eu observo o porquê ela está me ouvindo, nunca é diretamente pelo propósito, mas sempre tem alguma coisa por detrás, e é só acabar o interesse que ela vai embora para nunca mais voltar. Pelo propósito da vida mesmo, nenhuma, são corações sujos, contaminados pela carne, coração assim, Deus não habita, pois, a intenção dele não é a vida eterna do espírito, mas sim o bem-bom da carne.

Buscar a Deus, com o coração voltado de fato pelo propósito da vida, nenhum. Por isso eu sigo em frente sozinho, pois não vejo nenhuma consciência pura diante de Deus, mas todas as consciências são extremamente carnais, e se elas não estiverem bem na carne, esquece. Qualquer deus é bom, se tudo na carne estiver bem, mas basta as coisas da carne estarem ruins, que as consciências se incomodam. É nítido perceber isto nas consciências, como a consciência de Jó, que enquanto ele estava bem na carne, Deus era tudo para ele, mas foi só acabar o bem-bom da carne, que ele blasfemou contra os céus e contra a Terra, tanto que Elifaz disse: não era este o teu Deus, que jamais deixaria um justo perecer? Por certo você fez algo de ruim para este teu Deus. Mas Jó insistia que era justo diante de Deus e que Deus encontrou ocasião para lhe prejudicar. Até que Eliú entrou na conversa e disse: Jó, você se esquece que há um espírito no Homem.

E é assim, até hoje, todas as consciências se esquecem do espírito de Deus dentro delas, como Isaías disse: ele é um que todos desprezam, e ninguém faz caso algum dele, nele estaria a nossa paz com Deus, a nossa vida eterna. A lei de Deus para as nossas consciências é que andemos pelo espírito e não pela carne, mas cadê que alguma consciência faz algum caso do espírito, se todas as coisas que querem estão na carne? Tudo que as consciências querem e vão atrás são as coisas da carne, se a carne estiver bem, as consciências estão tranquilas, mas é só se sentirem ameaçadas na carne, que o caldo entorna. Eu sempre disse para as consciências não se incomodarem com a carne, pois isto as tiram do propósito de Deus, deixe a peteca cair, deixe quem quiser ir embora, vá para a sarjeta como Jó, se desligue desse mundo e da carne, pois a tua vida eterna não está nela e sim no espírito de Deus.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − três =

Categorias

Postagens Rescentes