De mim para mim mesmo XV

Quão complexo e interessante é a razão de existir e o quanto é grandioso as coisas que hoje enxergo. Na verdade, desde que fui despertada e me vi como consciência, foi como acender um clarão, como diz uma canção, a luz raiou na minha consciência e eu entendi a minha razão. Dali em diante meu olhos foram abertos, não que eu já contemplasse, mas vi de fato as três peças que montam o quebra cabeça da vida isoladas dentro de mim. Uma mudança no entendimento, ainda muito superficial, mas muito importante, pois foi o start de tudo, como acordar de um inconsciente eterno, o início consciente de um caminho extremamente radical que só o sentimos passando por ele, a cada passo, cada acontecimento, cada curva do caminho, onde tudo nos leva a nos ver de verdade. A nossa consciência é tão complexa que requer uma reflexão profunda para nos vermos, afinal, a consciência é como um espelho, então é refletir-se no próprio espelho, mas tudo que vamos enxergando do propósito do Criador queremos escancarar e de alguma forma fazer as consciências enxergarem essa maravilha e descobrir tamanha grandeza nos eleva tanto, pois se trata da sabedoria divina, porém, ainda somos quais as criancinhas que se iludem achando ser super heróis, misturando sentimentos, estando ainda com nossa bagagem carregada de sentimentos mesquinhos e começamos ver que tudo aquilo que sai de nós em relação às outras consciências, na verdade primeiramente é para nós, ou seja, é de mim para mim mesmo, como um grande irmão sempre nos alertou, pegue esse texto que escreveu e cola na cabeceira da sua cama, pois é assim que deve andar, viver e ser. O propósito de Deus é para mim, tudo foi criado visando a mim, a vida eterna é para mim, tudo está em minhas mãos para realizar, todo sistema está montado dentro de mim, eu vejo, eu sinto, é como o ar que eu respiro, a vida está aqui, minha porção, o espírito santo de Deus, companheiro desde o início, o único que está comigo em todos os momentos, todas as fases, dificuldades, tropeços, insensatez, conhece meu profundo e tem me levado por sua mão para que eu veja tudo que ainda tem em mim que não o agrada, sua mão lava, purifica, corrige, afaga e me molda, pois nada deve ser do meu jeito, mas sim do jeito de Deus, pois é para isso que estou aqui.

Por Michele Mi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =