Deus disse a Isaías

Vai, e dize a este povo: ouvis, de fato, mas não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração desse povo e endurece-lhes os ouvidos, e fecha-lhes os olhos, para que não venha eles a ver com os olhos e nem ouvir com os ouvidos e a entender com o coração, e se convertam e Eu os cure. E eu disse: até quando Senhor? E Ele me disse: até que Deus afaste dela os homens e no meio da Terra seja grande o desamparo, e se ainda a décima parte dela ficar, tornará a ser pastada até não sobrar absolutamente nada. O ser humano tem que servir de esterco para a terra para que brote o novo. Trata-se de uma outra espécie, outra existência, outra vida.

Imagine você morrer neste mundo e nascer em um outro plano por outra existência? Uma existência desconhecida pela ciência humana, uma existência que tem vida própria e que jamais vê a morte. Imagine a tua consciência se fazer um corpo com esta existência? Imagine a tua consciência transpor de planos e nascer no plano do céu pelo espírito? Quando a ciência humana chegará a uma sabedoria dessa? A ciência humana não sabe nem o que produzimos como criação, aliás, a ciência humana nem nos identifica como criação, não sabe o que produzimos e muito menos para que serve, não sabe onde se encaixa dentro do propósito da vida. Não conhece as três fases da vida e nem em que fase estamos, não conhece a ordem de Melquisedeque e nem a ordem de Cristo.

As religiões pensam que Cristo é Jesus, só porque Jesus andou por Cristo, nenhum dos profetas falaram de Jesus, aliás, nem conheceram, mas falaram de Cristo, que já é este espírito que nos dá a vida. Um dos adjetivos da palavra Cristo é O VINDO DE DEUS, e de onde veio este espírito que já nos dá a vida? Porventura não veio de Deus, como Salomão disse: quem subiu ao céu senão aquele que desceu do céu? O mesmo que desceu é o mesmo que vai subir. Se eu falar pelo espírito, eu vim de onde? Porventura não foi de Deus, por isso Jesus disse; porque eu desci do céu… porque ele falava pelo espírito. Eliú também falou o mesmo a Jó: eis que vim de Deus como tu, do lodo eu também fui formado. Hoje, eu também falo pelo mesmo espírito e também desci do céu.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 2 =

Categorias

Postagens Rescentes