Deus não habita com o ódio

Jamais uma consciência que tem o ódio no coração, Deus habita nela. As consciências, dizem não ter ódio no coração, mas fazem claramente acepção de pessoas, a ala dos meus entes queridos e a ala dos indesejáveis. As consciências jamais veem o lado de Deus, mas os julgamentos são delas, nenhuma consciência julga segundo o espírito, mas todas julgam segundo a carne, e é neste ponto que elas fazem acepção de pessoas, se interessar a elas, é do bem, mas se não interessar, é do mal. A consciência do outro não precisa interessar a Deus não, mas precisa interessar a ela. Quando alguma pessoa lhe traz conforto na carne, ela diz que é de Deus, mas se quiser dividir com ela, é do diabo e deve ser eliminada. A outra pessoa é aproveitadora, traidora, mentirosa e não quer nada com Deus, mas você é justa diante de Deus, é justa diante dos Homens e não trai o Senhor com a carne. Julgar os outros é uma tarefa muito fácil, mas se colocar na berlinda e se olhar no espelho você verá que faz exatamente igual aquelas pessoas que você condena.

Por isso Jesus disse para aquelas pessoas que estavam condenando aquela mulher: aquele que tiver sem pecado que seja o primeiro a atirar pedras contra ela. Não deu cinco minutos não ficou um, reflita no espelho da tua consciência e julgue a si mesma, mas não julgue segundo o seu coração, mas segundo a reta justiça. Veja se a tua consciência se enquadra perfeitamente segundo as leis de Deus. Leia primeiro a lei e depois analise se a tua consciência está dentro dela, a consciência que deve se salvar é a sua, não se preocupe com a consciência do outro. A minha consciência é que tem que se colocar no lugar do réu e ser analisada por Deus, num instante ela analisa outra consciência e já condena, mas quando falamos da dela, espera aí, vamos analisar com mais calma. A pergunta a ser feita é esta: o Senhor habita na tua consciência assim como ela é? Paulo disse que se ela tiver o ódio dentro dela, não, se tiver também o ciúme, a lascívia, a prostituição, a idolatria, a feitiçaria, a heresia, a inveja, a vaidade, a ambição e coisas semelhantes a estas, também não entra. Na lei está escrito que enquanto a carne estiver de pé na consciência, o espírito de Deus não se estabelece nela. A tua consciência tem alguns desses sentimentos? Se tiver tem que se corrigir ou estará fora da vida eterna.

Nós temos que olhar o próximo sempre com amor, com compreensão, corrigir dentro do propósito de Deus, falar pesado quando tiver que falar, mas nunca com ódio no coração. Todos nós estamos dentro do mesmo propósito, e o amor nos diz em ajudar um ao outro e não derrubar. É lógico que têm as provas para ver se a consciência está firme ou não no espírito, como Deus provou a Abraão, mas a compreensão sempre tem que vir em primeiro lugar. Eu sempre disse que só vou ficar contente com uma consciência quando ver que nada mais a derruba do caminho da vida, mas enquanto a consciência for vulnerável, precisamos trabalhá-la. Paulo já dizia: filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós. E nós devemos ter o maior cuidado, porque quando pensamos que a consciência está forte, qualquer sentimento carnal a derruba, daí fica mais difícil, porque tem que começar tudo de novo, e se ela já caiu uma vez, se torna muito mais vulnerável para cair de novo. Trata-se de um trabalho árduo e minucioso que requer mais atenção e muito mais força da própria consciência.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

Categorias

Postagens Rescentes