Diferentes estações

Existe um determinado tempo para tudo neste mundo, e para realizar o propósito de Deus não seria diferente, obviamente que algumas consciências realizam mais rápido que outras, o que não podemos fazer é parar, devemos estar em uma constante evolução, progredir mesmo que seja um pouco de cada vez, ir atrás, fazer acontecer o mais rápido, pois não sabemos a hora que Deus irá nos chamar. Devemos estar atentos a tudo e estar constantemente nos relacionando com o senhor para o nosso crescimento no espírito. Deus nos dá o tempo suficiente para compreendermos que estamos dentro de um propósito, o qual devemos realiza-lo, como diz um irmão: “o tempo é relativo”! Logicamente que tudo depende da ação, do movimento em direção de, eis aí uma das razões pela qual a inércia não deve fazer parte de nossas decisões, pois o propósito requer de nós, passos firmes e constantes, de descobertas, de escolhas, de renúncias! Imagine você renunciando tudo por amor ao espírito, deixar tudo que viveu neste mundo, simplesmente para fazer a Sua vontade, seria uma mudança radical, onde só o querer da consciência pode fazer toda a diferença.

Este é o caminho a ser trilhado dentro de cada um de nós, devemos sempre estar em constante crescimento, e aprendendo a separar todas as coisas para tomada de decisões em prol do senhor, pois o agir em conformidade ao entendimento que temos, que nos fará evoluir a cada dia. E é trabalhando as nossas consciências pelo espírito que damos continuidade à vida, desta forma a sabedoria que nos cerca passa a ser adquirida para que façamos parte do corpo de Deus, pois essa é a conclusão do propósito Dele,  esta foi a vontade e querer de Deus, o aumento do seu corpo por cada consciência que gerou o espírito. Na verdade, Deus é uma constante dentro do infinito e só vai parar de crescer quando terminar a existência do espírito, isto é, quando não houver mais espírito para ser conscientizado, pois muitos espíritos vêm ao mundo e não voltam conscientizados, e não só neste mundo, mas por todo o universo. É uma coisa esdrúxula, mas uma sabedoria incontestável, o que devemos fazer é entender, praticar o propósito da vida e conscientizar o espírito que nos vivifica para darmos prosseguimento a vida. Eu sei de onde vim e sei para onde vou, vou para o céu com o meu senhor, o meu lugar eterno que meu Pai já preparou.

O meu coração voltou-se ao senhor e nele aplico a minha consciência para o conhecimento da sua vontade, enfrentarei muralhas e gigantes pelo senhor, nada me abalará, pois sei que tu és minha base e nela não há o que temer. Ele sempre esteve comigo em todas as estações que passei diante deste trem da vida, uma diferente da outra, mas sempre juntos, mesmo quando eu não o conhecia comigo estava, agora eu o conheço e quero permanecer junto a ele por toda a eternidade, por isso aquietei a confusão, e desacelerei meus passos, o senhor guia cada traço e nele confio minha tela, deixo que pinte sua estação, com as cores mais belas da aquarela. Só o Senhor e eu sabemos a luta que cravamos dentro da minha consciência e a certeza é que sairemos vitoriosos, pois esta batalha não é só minha, ele vem adiante abrindo os caminhos, colocou em meu punho a espada da sua justiça e a cada passo que damos, um inimigo derrotamos, até que cheguemos a nossa terra recebendo a coroa da vida em nossas mãos.

 

Por todos os irmãos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 8 =