Em busca do horizonte

Além da visão, do outro lado da morte, do mundo vindouro, perspectiva de futuro, período do tempo previsto para a conclusão de algo, não de um horizonte perdido, mas a certeza que vamos chegar a ele. Já está lá nos esperando, como foi dito, este lugar que vos tenho preparado. Um lugar puro, um lugar santo que só entra almas puras, imaculadas, qualquer manchinha fica de fora, tem que ser leve, solta.

Um trabalho prazeroso para os sábios, mas terrível para os tolos, uma metamorfose existencial dentro da consciência, vamos trocar de ser, transpor de planos, conhecer o Criador do universo, um caminho transcendental para os que andam por ele. Uma sabedoria real, uma descoberta incrível, os tesouros das escuridades, são raros, consciências privilegiadas. Não se joga fora, não se troca por dinheiro e nem pelo ouro mais fino de Ofir, não se compra em bar e nem em shoppings, mas está lá dentro do hadal da consciência, no interior do véu, no Santo dos Santos, nos sonhos mais profundos da consciência. Somente ela pode entrar, só o Senhor já está lá a esperando, como foi dito: eis que estou a porta e bato, se alguém abrir a porta, entrarei e cearei com ele e ele comigo. Comer alimentos do céu, palavras puras da verdade, o pão que dá vida ao mundo. Conversar com o Senhor da glória, aquele que será o nosso corpo eterno, nos relacionarmos com ele de verdade.

Imagine, ele será o nosso corpo eterno lá no plano do céu, será a minha consciência mesmo, mas com outro corpo, como será isto, ainda não sei, mas um dia desses estarei com ele em glória. Isto é uma verdade, a mesma verdade que já me trouxe até aqui hoje. Eu que estou aqui falando com você, descobri a razão de existir, e uma curiosidade, o próprio Criador do universo me confidenciou do seu propósito. A minha sabedoria não vem de outro lugar, senão do próprio, o Altíssimo, Ele foi adiante de mim endireitando os caminhos tortos, quebrando as portas de bronze e despedaçando os ferrolhos de ferro e me deu todos os tesouros das escuridades e as riquezas encobertas. Quem neste mundo tem esta sabedoria?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário