Enxergar & Ver

A princípio tudo parece igual, sinônimos, a mesma ação! Entretanto há uma grande diferença entre enxergar e ver! Pois bem, vamos a elas: enxergar “está no superficial, naquilo que vemos apenas, sem analisar; ver consiste em focar a atenção e buscar uma visão mais aprofundada, uma observação consciente.”

Em analogia ao propósito de Deus, já percebemos que o enxergamos, bem como várias consciências também o fizeram. Sabemos que é único, que é regido por leis e princípios, que saímos do inconsciente para o consciente, que o mesmo tem três fases, duas existências e um elo de ligação, a consciência que o Homem produz e cuja qual é para o beneplácito de Deus (ao menos deveria ser). Ao tomarmos ciência dele, o propósito, enxergamos que é somente um o caminho, um único caminho, que o espírito que nos habita e dá a vida é o “anjo que Deus enviou a nós para nos guiar”, nosso corpo eterno, e que somente por ele adentraremos o céu!! Pois bem, acontece que o caminho para a vida eterna é algo profundo, analítico, criterioso e de conhecimento! Requer não só o enxergar superficial, através das primeiras informações assimiladas, mas vê-lo. E esse ver parte de uma observação minuciosa e constante, um passo a passo diário de conhecer a nós mesmos, pois embora fomos conduzidos em um primeiro momento a enxergarmos o propósito por um outro, para vê-lo é preciso olhar para nós mesmos. Nos ver como consciência é verdadeiramente considerá-la como “a casa de Deus” a fim de cumprirmos com a função destinada. Ver que o caminho é reto, plano, nivelado, contudo cheio de embates e feito por cada um individualmente, porém, é realizado da mesmíssima forma, pois é igual para todos. Ver é perscrutar (examinar, investigar rigorosamente, indagar), indagar-se! Ver é abrir os olhos do coração! Ver o caminho da vida é SER!

 

Por Lo Xavier

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + oito =

Categorias

Postagens Rescentes