Esperança

Dizer o que, a quem espera ter uma vida regada neste mundo ou a quem busca juntar riquezas nessa Terra voraz? Aos olhos de quem vê um universo particular e interno dentro de si mesma sente a paz da verdadeira vida, mas ao mesmo tempo sente a dor do próprio Criador Deus ao ver que a sabedoria humana é reduzida ao pó, um Criador tão sábio, um Pai tão rico, e dentro das consciências um tesouro perdido, em toda esquina vejo a vida vazia, esquecida, e cada um carregando seus pesos mortos deixando a angústia transparecer em seus olhos lacrimejantes. Não veem que estão em erro de função exaltando a própria matéria que terminará dentro de um caixão, dói ver como anda a humanidade, dói ver o Senhor desprezado em cada olhar perdido, dói ver suas esperanças vazias. Esperar o que desta vida efêmera e fugaz onde o povo se inclina para a prática do mal cujo o seu comportamento é lúdico, e só buscam os prazeres e diversões desta vida banal? Quem neste mundo raciocina para compreender que estamos dentro de um propósito sério e sábio? Ninguém quer se inteirar desta verdade, a minha esperança e expectativa é ser luz e esperar a sequência da minha mudança, que por minha janela interna o Espírito venha se manifestar. Este espírito é a luz que alumia o meu caminhar, e nele está a minha confiança até que eu transponha de plano, e desde já sei e vejo muito claro que todo aquele que andar por ele e fazer dele o teu senhor, terá a verdadeira alegria, e a paz reinará em seu coração por toda eternidade. Este é o caminho da vida, andar segundo os desejos desse espírito que em mim habita, para com ele eu sempre me regozijar.

Somando as luzes

Por Milena e Vaninha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 13 =

Categorias

Postagens Rescentes