Irmãos do coração

Os guerreiros de Deus sempre precisam de um ombro para chorar, um abraço, um conselho, um aperto de mão de um irmão para se alegrar, não precisa ter muito para dar, só basta um coração irmão para aconchegar. Os fortes não são muito de demonstrar as lágrimas que caem, pois seus rostos se encharcam a noite no leito, na intimidade do imo para desafogar o cansado peito. Um irmão nunca está só, nunca caminha sem uma mão estar estendida, seja esta na dor ou alegria, tristeza ou felicidade, na saúde ou na doença, sempre há um aqui para acolher e dar carinho. São abraços entre almas, compreensão apenas no olhar, muitas vezes um simples suspiro faz nosso coração levitar. Estamos juntos em uma grande guerra, a batalha da nossa alma, o objetivo é vencermos juntos o mundo e essa efêmera passagem por este mundo, até chegarmos em nosso eterno lar. Quantas marcas e cicatrizes levamos no corpo e no coração, mas tudo fica mais leve quando lembramos de um irmão, aquele irmão que também está a guerrear na batalha da vida com espada em punho e os irmãos no coração. Todos tem suas dificuldades no caminho, mas estamos aqui para ajudar uns aos outros no que pudermos, pois cada membro é parte de mim, do meu corpo, do meu céu, é assim que os tenho, são como estrelas em alinhamento em um só coração, que é Cristo! Por isso meu irmão nunca se sinta só ou baixe a cabeça para os inimigos, pois de um soldado Deus faz mil para derrotar os gigantes da terra, estou aqui como Judá e Simeão, oferecendo tudo que posso para ajudar meus irmãos a conquistarem seus campos e cravarem a bandeira do espírito no coração. Um grande irmão já disse no passado, quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união, e hoje é a nossa vez, estamos no mesmo caminho, temos as mesmas lutas, é o mesmo Pai que tem nos moldado com sua mão divina, é Ele quem nos purifica, acaricia, nos corrige e tudo é para o nosso bem eterno e sábio é o irmão que aceita todas as correções do Pai. Hoje digo como Calebe, o mesmo que nos trouxe até aqui é o mesmo que nos levará ao céu, é o mesmo espírito, o mesmo senhor, a mesma mão forte, o mesmo guerreiro que lutou com Davi, o mesmo poderoso de Jacó, o mesmo senhor de Abraão, então, não tememos, pois Deus é Deus em todas as gerações.

Somando nossas luzes

Por Maria Lúcia e Michele

Deixe um comentário