Jesus e a bíblia

Quem é o messias, o vindo de Deus? Segundo o judaísmo, messias é o redentor prometido no antigo testamento pelos profetas uma pessoa esperada ansiosamente. Acontece que os profetas não falaram de Jesus, mas sim de Cristo, o vindo de Deus. Pedro até disse: da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da graça que lhes foi dada, indagando que tempo, ou qual ocasião do tempo, o espírito de Cristo que estava neles indicava anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo havia de vir e a glória que havia de seguir. Os profetas não falaram de Jesus, mas sim de Cristo, desse espírito que já está em nós nos dando a vida, Jesus apenas fez cumprir nele o propósito de Deus, como qualquer um de nós também podemos fazer cumprir. Se diz que o anticristo viria primeiro, que se opõe a tudo que é de Deus, e este anticristo somos nós mesmos na carne, que faz oposição ao espírito, como Paulo disse: o espírito luta contra carne e a carne luta contra o espírito para que não façais o que é do vosso querer. Mas em seguida Paulo disse: mas se sois guiados pelo espírito, não cumprireis com os desejos da carne.

O vindo de Deus já é este espírito que nos dá a vida, como está escrito: o pó volta ao pó como era e o espírito volta a Deus que o deu. Cristo é este espírito conscientizado, qualquer consciência que andar pelo espírito de Deus terá seu nome seguido de Cristo. Cristo não é um privilégio só de Jesus, mas de todas as consciências que andarem pelo espírito de Deus, este é o sobrenome eterno que Isaías disse que Deus nos daria. O sobrenome Cristo só foi acrescentado ao nome de Jesus na simbologia do batismo de João, que viu o espírito de Deus repousar sobre a consciência de Jesus, não é Jesus que é o salvador do mundo, mas sim Cristo. Jesus é o Homem da carne, Cristo é o ser do espírito, Cristo já é este espírito que está em nós, este é o Deus conosco, o senhor justiça nossa, ele desceu do céu para buscar as nossas consciências, mas João disse que ele veio para o que era seu, que são as consciências, mas que os seus não o receberam. Mas em seguida João disse: mas a todos quanto o receberam deu-lhes o poder de serem chamados filhos legítimos da vontade de Deus.

Portanto, os profetas não falaram de Jesus, e ao menos conheceram Jesus, mas eles falaram de Cristo, do espírito que também estava neles. A bíblia não fala de Jesus, nem de Maomé, nem de qualquer outro ser humano, mas ela fala do vindo de Deus, desse espírito que já nos dá a vida. Se a tua consciência não voltar com este espírito a Deus, ela simplesmente cairá no vazio eterno sem volta.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 9 =