Leito da morte

Na verdade, todos já se sentem meio que no leito da morte, não se sabe como, mas já deitam em suas camas sem saber se acordam no dia seguinte. Não tem idade, não tem lugar, não tem esse ou aquele, chegou a hora, adeus, o atestado de óbito já está assinado, é só por a data e a causa. Uma tragédia eterna para as consciências que são ligadas a carne, vazio eterno sem volta, mas como sair desse impasse uma vez que a morte da carne é certa? É neste ponto que entra o propósito do Criador- Deus, o que Deus visa da sua criação humana é justamente a consciência que ela produz, e Deus nos assentou a porção do espírito pela vida, a vida é e está no espírito, a consciência que conseguir se desligar da carne e se ligar no espírito, voltará com ele a Deus e terá a vida eterna dela no plano do céu pelo Espírito.

Tudo é uma questão de trocar de existência, a carne pelo Espírito, trata-se de uma metamorfose existencial dentro da consciência, uma nova gestação, só que agora espiritual, e por fim o nosso nascimento no plano do céu pelo Espírito, tudo igual como da primeira vez na carne, só que agora no Espírito. Temos agora o nosso Pai espiritual que é Deus, a nossa mãe espiritual que é a nossa consciência, e o novo filho espiritual que é Cristo. Vamos colocar assim: o propósito da vida tem três fases, duas inseminações, duas gestações e dois nascimentos, um na carne e outro no espírito. Todo propósito de Deus é regido por leis e princípio, e fora disso não há salvação, ninguém será salvo por ser bonzinho, nem por ir à igreja e nem por dedicar a sua vida ao próximo, mas a salvação de Deus está ligada estritamente nas leis e no princípio, isto é, praticou o princípio dentro das leis, estará na próxima fase da vida, mas as consciências, por irracionalidade, julgam que a salvação parte do que cada uma acha.

O grande problema das consciências é que elas não querem deixar a carne, e dentro disso elas julgam que vão se salvar por outros caminhos, eu até ouvi um irracional falar que todos os caminhos nos levam a Deus, isto é, cada um pode fazer o que quiser que no final tudo vai acabar em pizza. O irracional não quer deixar a carne, e acredita que tem o segredo da salvação nas mãos, e é óbvio o resultado, bilhões de consciências caindo no vazio eterno por não cumprirem com a lei de Deus. De que vale a tua arrogância, ou a tua prepotência no dia do juízo? A vida vai embora, a tua carne vai para debaixo do chão, e o que a tua consciência vai fazer com a tua arrogância? Nem voltou com o espírito a Deus e nem ficou com a carne que morreu, a tua consciência caiu no vazio eterno, e de que isso te adiantou? Foi dono de uma fortuna que não levou e nem ficou sabendo para quem ficou. Juntou, juntou, só para comprar um caixão bonito e sustentar o novo amante da sua esposa ou esposo, ou você julga que ela vai ficar aos pés do seu caixão te jurando amor eterno?

Perdeu o tempo em juntar para o nada, e não cuidou da sua própria alma, como se diz: ganhou o mundo inteiro e perdeu a sua alma. E agora, o que você vai fazer no leito da morte, continuar venerando um morto ou vai partir para a vida do Espírito? Foi dito para não juntar tesouro na Terra, onde tudo vai acabar, mas para juntar tesouro no céu que lá seremos eternos. Você compraria um bem sem a menor pretensão de usá-lo para nada? Investiria o seu dinheiro num terreno na lua, onde sabe que nunca vai usá-lo para nada? Eu vejo essa loucura nos seres humanos, juntam fortunas em um lugar que não vão usar para nada. Você já ouviu aquela lei que diz: tendo o que comer e o que beber, estejais com isso contente, pois nada trouxemos a este mundo e certo é que nada levaremos dele.

Estamos nesse mundo por um propósito, e esse propósito não é de cada um, mas do Criador-Deus, a vida tem um sentido, não acaba com a morte este laço, e nem se ganha fingindo, é uma questão de pensar, conscientizar é o princípio!

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 7 =