Liberdade

Toda consciência foi produzida para ser livre, mas para ela ser plenamente livre deve ser sábia, isto é, ela não deve fazer as coisas que a prende, não deve se relacionar com nada da carne que é uma prisão terrível. A carne é o faraó das nossas consciências, é ela que escraviza as nossas consciências aos desejos dela e por fim ainda jogará a nossa consciência no vazio eterno sem volta, fora de o espírito ter vida eterna, ele não obriga a consciência a nada. A coisa funciona assim, o espírito te dá tudo e não te obriga a nada, a carne não te dá nada e te obriga a tudo. Qual consciência você conhece que não é escrava da carne? Trabalha de sol a sol muitas vezes só para se manter na carne. Para se ter uma regalia ou um prazerzinho carnal tem que pagar a prestação, e quando não, tem que trabalhar em dois empregos, isto é, trabalha num emprego e faz um bico por fora, e ainda tem que ser muito sovina para juntar alguma coisa.

Eu sempre digo, nós estamos dentro de um propósito sábio, temos um Criador e houve um motivo para Ele ter nos criado, estamos neste mundo só pelo propósito de Deus e é neste propósito que devemos nos concentrar e realizar, a parte de nos manter na carne como criação é com Deus, o nosso Criador. Acontece que ninguém acredita nisto e se prende debaixo do pecado que é o erro contra Deus, e a consciência se torna escrava da carne pelos desejos dela. A carne dá uma sensação de liberdade, mas tudo da carne vira rotina e a rotina é uma prisão mental terrível, daí você luta para pegar umas férias para sair da rotina, mas é muito trabalho para uma semana de férias e depois volta a rotina de novo. Se as consciências descobrissem a razão da vida de verdade e realizassem nelas, veriam que é transcendental, uma metamorfose existencial dentro delas, uma mudança da água para o vinho como se diz, elas se desligariam da carne que morre e se ligariam no espírito de Deus pela vida eterna delas. Pensa numa liberdade eterna, a consciência transporia de planos, trocaria de corpo e sairia da prisão perpétua da carne. Imagine você estar neste mundo sabendo o que veio fazer aqui, realizar a vontade de quem te criou e ir para a próxima etapa da vida, quer paz maior para uma consciência do que essa? Liberdade plena e verdadeira, sair dessa escravidão da carne e desse mundo, lançar mão do arado e não olhar para trás, mas as insanas das consciências pensam que a liberdade delas está na carne, por isso se diz que o Criador-Deus, que habita no céu se rirá, o Senhor zombará deles, pois onde a consciência pretende chegar fora do caminho traçado por Deus? Nós já temos um objetivo de estarmos neste mundo, a nossa liberdade plena está em descobrir este propósito e andarmos por ele, fora disso tudo é prisão e correr atrás do vento.

Por O teu espírito diz

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 3 =

Categorias

Postagens Rescentes