Livre da gaiola

Foi observando os passarinhos

Que coloquei-me a pensar

Ele já esteve em seu ninho

E hoje se põe a voar

 

Sua mãe já deu os cuidados necessários

Cuidando dele com todo amor

Alimentou por determinado tempo

Até se virar sozinho e alçar grandes vôos

 

Eu me vejo da mesma forma

Estou saindo do meu ninho

Deus sempre está cuidando de mim

Para que eu voe alto, sempre sorrindo

 

Ele já me encorajou muito

Me deu alimento nas mãos

Me fez ser forte contra tudo

Para eu seguir firme, rumo a minha salvação

 

Fui criando asas grandes

Para enfrentar as tempestades

Busquei alojar-me no meu abrigo

Pois Nele confio de verdade

 

A confiança se fez presente

E tive a liberdade no peito

Comecei a voar por entre as nuvens

E ver a sabedoria com seu firmamento

 

É tão salutar sentir saltar das amarras

Que um dia prenderam meus pés

Ver as gaiolas quebradas ao chão

E sentir a liberdade dos pássaros que voam ao céu

 

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =