Me conte a sua história

Eu gostaria que cada irmão me relatasse a sua biografia neste mundo, isto mesmo, a sua história, desde que você se conhece por gente, até os dias de hoje, que me contasse tudo, sem esconder nada, me falasse de todo o caminho que trilhou, de tudo que fez, do que pensava, do ponto que chamou atenção do propósito de Deus, do ponto que você começou a acreditar nele, do ponto que você resolveu andar no caminho da vida, do que você julga que pode te tirar do caminho da vida, dos teus sentimentos carnais. Que você virasse a tua consciência do lado do avesso e que não escondesse nem seus pensamentos, do que realmente você conhece do propósito de Deus, do grau que você acredita nele, da confiança que você tem em nascer no espírito lá no reino de Deus, do sentimento que você tem de estar dentro deste propósito.

Eu fico muito triste dos irmãos que saíram do nosso meio e voltaram a vida da carne novamente, não existe mais recuperação para eles, pois não conseguiram passar no caminho da vida e mostraram as suas fraquezas, como Esaú que vendeu o seu direito de primogenitura por um prato de comida, ou como Judas que vendeu o filho de Deus por trinta moedas de prata, ou como tantos outros, que se entregaram aos desejos carnais e não conseguiram passar pelo deserto e não chegarão à terra prometida por Deus, como Deus disse dos judeus que saíram da escravidão do Egito, eles provocaram a ira de Deus e ficaram zanzando pelo deserto até a morte e não herdaram a terra prometida. E por que eu queria que você falasse a verdade da tua vida? Para trabalharmos a tua consciência para o espírito de Deus morar nela eternamente, como Paulo disse aos gálatas: filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até Cristo ser formado em vós. Para formarmos Cristo dentro de uma consciência, devemos conhecer o ponto que ela chegou, o ponto que ela está e o que ainda está pegando nela que não a deixa herdar a vida eterna do espírito. Não sei se vocês estão me entendendo, mas temos que saber o caminho que a consciência trilhou até hoje para vermos o que tem dentro dela, para corrigi-la para a morada do espírito eternamente.

Eu sempre cito o que Judá disse ao seu irmão Simeão: me ajude a conquistar a minha terra, que depois eu ajudo conquistar a sua. A minha consciência também foi produzida neste mundo, mas desde criança a morte da carne chamou a minha atenção para eu buscar saber a razão da vida e passei parte da minha vida buscando saber o propósito de Deus, até que cheguei a Deus e Deus me falou do seu propósito. A partir de então, comecei a escrever textos contando do propósito de Deus e até hoje já escrevi milhares de textos, falando o que tira uma consciência do espírito de Deus, que são os sentimentos carnais e como devemos trabalhar para corrigir estes erros, para que todos possamos galgar a vida eterna do espírito lá no reino de Deus. Estamos neste mundo só por conta disso e se não conhecermos cada consciência, não podemos trabalhar em cima disso, temos que ver a que ponto uma consciência chegou para voltarmos lá atrás e começarmos tudo de novo, que é o dito nascer de novo.

Por O teu espírito diz

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =

Categorias

Postagens Rescentes