Mente aberta

Eu tenho verdadeira fissura pelo propósito de Deus, saber que estou neste mundo por um propósito e que o resultado desse propósito realizado será a minha vida eterna lá no plano do céu pelo espírito. Trata-se de uma metamorfose existencial, a minha consciência vai deixar este corpo carnal e assumir o corpo eterno dela, que é o espírito de Deus. Quando falo em mente aberta, não digo “libertinagem”, mas para que entre o Rei da glória, o nosso Senhor eterno, não devemos fechar a porta da vida, aquela que Jesus disse: porque estreita é a porta e apertado o caminho que te conduz a vida, vou repetir mais uma vez, porque estreita é a porta e apertado o caminho que te conduz a vida.

A porta estreita é justamente o entendimento que temos que ter do propósito de Deus, que é bem estreita mesmo, pois como Jesus disse: poucos passam por ela. Depois que a mente abre as portas para o entendimento do propósito de Deus, a consciência se descobre como tal e é ela que tem que passar pelo caminho da vida, o caminho apertado. E por que o caminho é apertado? Porque só passa a consciência, é um caminho de purificação, fornalha o tempo todo, porque a impureza é a própria carne, ela não herda o reino de Deus e para transpor a consciência de planos, do plano material para o plano espiritual, só passa a consciência, absolutamente nada da matéria passa de planos. Então a consciência deve estar puríssima, alma como se diz, sem existência de nada, porque um plano é da matéria, o outro plano é do espírito, e assim como a matéria está no plano dela, o espírito também está no plano dele e só depois que a consciência estiver extremamente pura, o espírito a ressuscita no último dia lá no plano do céu e lá a consciência viverá pelo espírito eternamente.

Hoje, eu e meus irmãos, estamos dentro desse processo, de purificar as nossas consciências até o espírito deseja-las para a sua morada eterna, mas Paulo mandou tomarmos cuidado, porque os sentimentos da carne nos levarão aos infernos, não que não devemos ter nada na carne neste mundo, mas não devemos estar ligados a nada daqui, como diz um salmista: se a tua riqueza aumentar neste mundo, não põe o seu coração nela. Abraão era um homem extremamente rico neste mundo, mas ele não tinha o coração na sua riqueza e sim no senhor. Tem pessoas que não tem um tostão no bolso, mas são ligados extremamente ao dinheiro, o lance aqui dentro do propósito de Deus é a consciência não ser ligada a nada da carne, ela deve se ligar no espírito de Deus, senão, não transpõe de planos no último dia. É tolice dizer que não é ligado a nada desse mundo, sendo ligado, porque o propósito é este: desligar a consciência da carne e liga-la no espírito de Deus, senão, ela não transpõe de planos. Não sei se vocês estão me entendendo!

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + dez =