Minudenciar

Eu descobri o propósito de Deus para com os seres humanos e analiso as consciências pormenorizadamente para ver se elas se enquadram dentro do perfil de Deus, se não, é preciso corrigi-las, como Paulo disse: porque estou zeloso de vós com o zelo de Deus, visto que vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um só marido, a saber, a Cristo. Este é o meu papel por Deus aqui na Terra, falar do propósito de Deus as consciências. A consciência é o fruto que o ser humano produz como criação, primeiro eu tento elucidar as consciências que estamos dentro de um propósito sábio e que a vida não acaba com a morte da carne, mas que ela continua com o espírito lá no plano do céu, mas para que isto aconteça a consciência deve se desligar da carne que morre e se ligar no espírito pela vida eterna dela. Trata-se de uma metamorfose existencial dentro da consciência, se a consciência quiser continuar com vida depois da morte da carne, ela deve passar por este processo e para o espírito habitar na consciência, ela deve estar totalmente pura da carne, sem o menor sentimento carnal, sem o menor vestígio.

Trata-se de uma troca radical, a carne pelo espírito, outro ser, outro corpo. A carne não tem vida própria, já é o espírito quem a vivifica, mas uma vez o espírito volta a Deus, de imediato a carne volta ao pó como era. A vida está no espírito, e as consciências que andarem pela carne, assim que o espírito voltar a Deus, cairão no vazio eterno sem volta e é dentro disso que eu analiso as consciências que querem a vida eterna do espírito, se a consciência não se importar com a vida eterna do espírito, ela pode fazer o que quiser na carne, mas se a consciência quiser a vida eterna do espírito, deve se desligar da carne e se ligar no espírito. Esta é a lei de Deus para as nossas consciências, que elas andem pelo espírito e não pela carne. Pedro disse que os desejos carnais combatem contra a alma, e Paulo disse que quem anda pelo espírito não cumpre com os desejos da carne.

Desde o princípio já foi dito: eis que hoje ponho dois caminhos diante de vós, o caminho da vida e o caminho da morte. Todos nós já sabemos de antemão que a carne está no caminho da morte e que o espírito está no caminho da vida, pois a vida é do espírito, basta a consciência entender e escolher o caminho que ela quer andar, já sabendo de antemão o fim dos dois caminhos, se andar pela carne, se encontrará com a morte e se andar pelo espírito, voltará com ele a Deus, não tem erro onde a tua consciência sairá na eternidade, vai depender do caminho que ela anda hoje, e é dentro disso que eu analiso as consciências, se elas penderem para a carne, esquece a vida eterna do espírito, mas se elas quiserem a vida eterna do espírito, tem que se corrigirem.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + catorze =

Categorias

Postagens Rescentes