Missão cumprida

Tem horas que me sinto tão longe da realidade, parece que nada faz sentido, eu me sinto em outro lugar, longe de mim mesmo, não é tipo um sonho, mas é como se eu desligasse de mim. Eu mesmo vou atrás de mim para me achar, me sinto perdido dentro de mim mesmo, parece que alguma coisa separa de mim e vai para longe, pior é que parece que eu não quero voltar, quero ficar por lá mesmo. Uma sensação gostosa de prazer, eu não tenho nada, mas não me importo com isso, parece que nunca mais vou comer, nunca mais vou beber, um estado de êxtase profundo, você não quer voltar, não quer voltar, mas vê que está voltando aos poucos, vai pisando ao chão novamente, vai sentido a realidade. O coração dói, não é que você acordou, mas voltou para o pesadelo da vida, começa a lembrar das pessoas novamente, das coisas, você passa um tempo triste, querendo não aceitar a realidade, ela pesa muito no seu coração, seria o momento certo de morrer.

Nada deste mundo tem mais graça, uma realidade que você não queria enfrentar, você não queria estar ligado a nada, não ter nenhum compromisso com ninguém, nem com coisas, nem a trabalho, não queria ter nenhum compromisso com você mesmo. Nossa! Como dói ter que voltar a este mundo e ter que enfrentar a realidade. Eu até ouço os compromissos da minha realidade, pensa num mundo que não queria ter passado por ele!? Não faria nenhuma falta na minha vida, eu até acho a vida deste mundo muito longa, não era para dar tempo de fazer nada aqui, eu já estou com quase setenta anos neste mundo, e fora da razão da vida, sinto que não vim fazer mais nada aqui, já cumpri com a minha missão aqui, você me entende?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 10 =

Categorias

Postagens Rescentes