Necessidade e vaidade

Olha só o quanto a tua consciência cuida do teu corpo carnal não por necessidade, mas por vaidade, você se apresenta muito mais pelo teu corpo carnal do que pelo teu corpo espiritual. A necessidade é uma coisa, a vaidade é outra, por isso Pedro vendo isso disse: que os enfeites da mulher não sejam no comportamento de jóias, de roupas, ou no frisado dos cabelos, mas que seja interno, de uma mulher pacata, honesta, digna, respeitosa e fiel aos princípios de Deus. Afinal de contas você quer que os outros te veem pela carne, ou pelo espírito? De que vale a tua boca falar pelo espírito, se o teu comportamento é carnal? Neste caso a tua consciência está mentindo para ela mesma, diz que é espiritual pela boca, mas os seus atos são carnais. Cuidar do corpo carnal é uma coisa, enfeitar ele é outra, você pode cuidar do teu corpo carnal sem precisar viver por ele, assim como cuidar de um carro sem viver pelo carro, o nosso corpo carnal é apenas uma criação dentro do propósito de Deus.

Um agricultor não cuida da sua lavoura além de visar os seus frutos, e o que devemos visar do corpo carnal é a consciência que ele produz, mas esta consciência deve ser para o proveito do espírito e não da carne. Você já viu um pé de laranjeira enfeitado, ou um pé de abacateiro com roupas da moda? Nós devemos cuidar do pé de erva visando os frutos, a visão do agricultor não é o pé de milho, mas é a espiga do milho que o pé produz, ele cuida do pé só até o ponto de produzir a espiga cheia e bonita. De que vale a tua carne estar bonita e a tua consciência podre? A consciência tem que ser para o proveito do espírito e não da carne. Eu vejo todas as consciências esfoladas, deprimidas, como Isaías disse: chagas podres, não amolecidas com óleo e nem espremidas. É só olharmos a situação que estão as consciências hoje, vivendo só de aparências, a carne está bonita, mas no espírito todas estão feias. Cuidam tanto da carne, mas não cuidam do espírito, é o dia todo pela carne e não sobra tempo para o espírito, nem o tempo que Moisés determinou na lei, e quando muito nas horas do culto e para Deus ver o lado delas na carne. Onde a tua consciência pretende chegar com a carne?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário