Ninguém acreditava em Davi

Um menino franzino, sem nenhuma aparência, o filho mais novo de Jessé, ninguém deu nenhum crédito a ele quando disse que ia enfrentar o gigante Golias, não tinha nenhuma chance, nem os irmãos dele acreditava nele, muito menos o rei Saul, os soldados de Israel, e muito menos o exército inimigo. Estava indo para a morte, era só uma questão de chegar perto do gigante, uma chance pra mil, menos ainda. Só Deus acreditava em Davi e o próprio Davi, Davi estava certo, não tinha nenhuma dúvida, preparou a funda, girou-a em sua mão, se aproximou do gigante, até o ponto certo, e lançou a pedra certeira, bateu bem na fronte do gigante que caiu diante de Davi, mais que depressa, Davi pegou a espada do gigante e arrancou a sua cabeça, arrastou a cabeça do gigante pelas ruas até chegar diante do rei Saul, e disse: eis aqui a cabeça daquele que desafiava o exército do Deus vivo. De onde vinha tal confiança de Davi para ele não ter se intimidado diante do gigante?

Hoje se estuda muito, em metafísica, de onde provém o entendimento humano, e quem sabe de onde vinha tal confiança de Davi? Que conhecimento Davi tinha para não se intimidar diante do gigante? Que conhecimento os amigos de Daniel tinham que não temeram a morte? Que conhecimento Abraão tinha por ter levado o filho a morte? Onde está verdadeiramente a força dos santos de Deus? Temos uma outra existência em nós, o espírito Santo de Deus, é ele quem já nos dá a vida, o espírito não morre e toda consciência ligada nele não teme a morte, quem morre é a carne, mas a consciência ligada no espírito volta a Deus, por isso não teme a morte da carne. É do espírito que vem a ciência e inteligência de Deus, é do espírito que vem a força e a coragem de Deus. Não que a nossa carne não morre, mas a consciência que estiver ligada no espírito, não se incomoda com a morte dela, o medo da morte é que deixa a consciência temerosa, a carne é a parte bruta do sistema, o touro brabo sem inteligência, e é atrás desse animal irracional que todas as consciências andam. Qual a possibilidade?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + dezesseis =

Categorias

Postagens Rescentes