O batucar da vida! IX

Ouvimos no cotidiano inúmeros sons, tanto naturais como produzidos pelo atrito do encontro de objetos e ou de mãos (esses com o intuito de produzir novos sons). Do nosso próprio corpo ouvimos e produzimos sons, uns voluntários, outros involuntários, como: o assobio, a voz, o pulsar do coração, o roncar da fome, o arrastar de passos, etc. Externamente, são vários os ritmos e cadências de sons que pairam no ar, desde os maravilhosos sons da natureza, bem como aqueles  que envolvem e ditam o ritmo frenético do dia a dia das consciências, que bailam no compasso do som do engano, embaladas pela melodia composta por seus sonhos, expectativas, ilusões, devaneios, e a isso chamam de vida. Lembro-me que já estive do lado de lá! Hoje meu coração se atenta para o batuque da verdade, para o repique vindo do espírito, se alegra e coloca-se em festa, luta pelo recuo dos sentimentos nefastos que o tira da doce presença da vida, de ser eterno, de ser filho! A batucada do tamborim espiritual chega e traz compasso ao descompassado coração pela verdade do Pai que se mostra e embora os sons da Terra insistam em ditar o ritmo, o tic tac de meu coração é cadenciado pelo batucar da vida!

 

Por Lo Xavier

Deixe um comentário