O batucar da vida VI

Quão grande é a emoção de ouvir o som do coração, o primeiro órgão do corpo que bombeia e leva o oxigênio e os nutrientes necessários até a completa formação do ser humano. A mão divina, o espírito de Deus com o batucar da sua ação desde o início sempre acenou pela vida, fazendo sua parte dentro do grandioso propósito do Criador que a tudo criou com maestria, excelência e sabedoria, tudo pensado, organizado, com um sistema montado a dedo para sua vontade ser realizada. Sendo assim nasce mais uma esperança, a primeira e gloriosa etapa vencida com a pureza e o choro da criança, que cresce e produz seu fruto, tão natural quanto o desabrochar das flores no jardim. Sem a magnitude da vida nada existiria e sem a consciência nada teria sentido, nem a existência material e nem a espiritual e é dentro disso que nossos olhos se abriram e chegamos ao desfecho dessa complexidade tamanha, onde todo o segredo da vida foi manifestado em nossa consciência através do entendimento e vimos que o desejo do Altíssimo é a nossa consciência, representada pelo coração, pois ligada ao espírito, ela o manifestará eternamente, dando assim sentido a sua existência, pois qual valor da existência sem a consciência? Com certeza não vale nada, mas não basta ter só consciência ou compreender, é preciso transmutar, limpar, desarraigar, colher este fruto da carne que a produziu, trocar de corpo, transplantar esse coração, seus veios e suas raízes devem alimentar o espírito, o nosso corpo eterno, não precisa temer, basta confiar e colocar-se nas mãos do grande Médico, pois foi por elas que chegamos até aqui e da mesma forma está a nos formar para levar a próxima e definitiva fase da vida, não se trata de mãos humanas, mas são as mãos Daquele que a tudo criou e estabeleceu, todo caminho já está traçado e escrito em cada coração e a cada batucar da vida, ela nos direciona a vereda da razão. Por todos os veios jorram a vida levando confiança, certeza e fortaleza, é a saúde da alma, uma existência com vida própria que nos suprirá constantemente e seu som reverberará eternamente.

Por Michele Mi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 14 =