O ímpeto dos jovens

Quando era jovem me lembro que tinha uma verdadeira fissura para entender o propósito da vida, ia em tudo quanto era lugar dos quais imaginava que falasse do assunto. Busquei em religiões, filosofia, pensadores, ciência humana, mas nunca ouvi nada que satisfizesse o meu apetite de saber, só blá…blá…blás…  Até que apelei para o próprio Autor da vida, o Criador-Deus, e eu dizia em meu coração: não é possível que o meu Criador não saiba que quero realizar a sua vontade, mas se eu não souber que vontade é essa, como posso realizá-la? E eu me consolava dizendo: posso até me perder, mas o culpado será o meu Criador, porque Ele criou uma criação e não a instruiu no que ela deve fazer.

A partir de então, começou uma coisa esdrúxula dentro da minha consciência, eu comecei a encaixar pensamentos lógicos dentro do raciocínio, os dois pensamentos que se encaixaram foi que sempre li na bíblia que Deus disse: haja luz e houve luz. Paulo também disse: porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo. Logo em seguida percebi que os profetas não falavam de Jesus, como todas as religiões pregam, mas do Cristo de Deus. Cristo não é especificamente Jesus, mas este espírito que já nos dá a vida hoje. A confusão que as religiões fazem é que Jesus andou por Cristo, isto é, pelo espírito de Deus que já está em nós pela vida. Qualquer consciência pode, se quiser andar por Cristo hoje, isto é, pelo espírito de Deus que já está em nós pela vida.

Como criação, nós produzimos a consciência, e pelo propósito de Deus, devemos produzir consciência deste espírito e andarmos por ele. Este espírito seria o nosso corpo eterno lá no plano espiritual, mas para isto precisaríamos passar por uma metamorfose existencial dentro da nossa consciência, isto é, a consciência deveria se desligar da carne que morre e se ligar neste espírito pela vida eterna dela. Se a consciência não passar por esta metamorfose existencial dentro dela hoje, simplesmente cairá no vazio eterno sem volta, este é o propósito de Deus e já estamos dentro dele. O propósito de Deus tem três fases, a fase de espermatozoide, a fase humana e a fase espiritual, e para passarmos de uma fase a outra, tudo é regido por leis e princípio, ninguém passa com as mãos, muito menos por intercessão, mas quem já veio do céu para salvar a sua consciência de cair no vazio eterno já é este espírito que te dá a vida. Esperar por Jesus, a consciência vai quebrar a cara no dia do juízo. A lei diz: o pó volta ao pó como era e o espírito volta a Deus que o deu. Se a tua consciência não se ligar neste espírito que veio de Deus e não for com ele, já era a tua vida eterna, ela ficará aí eternamente esperando pelo que não vai acontecer. Hoje vejo os jovens só irem atrás de baladas, festas e das coisas deste mundo perdido, não buscam de fato o porquê estão neste mundo, vivem uma vida dissoluta, insossa. Entram para o alcoolismo, para as drogas, jogam a vida fora e ainda acham que são os espertalhões. Que futuro terão na eternidade? Com certeza seus vazios eternos.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 15 =

Categorias

Postagens Rescentes