O maior erro dos ditos cristãos

Tem coisas que não tem explicação se não houver uma sabedoria por detrás delas, por exemplo: como explicar um computador sem uma cabeça pensante por detrás dele? Da mesma maneira, como explicar a complexidade do ser humano sem uma cabeça pensante por detrás dele? Negar a sabedoria criadora é negar o universo, é negar a existência, é negar a vida, é negar a si mesmo. De onde veio a tua consciência sem você tê-la produzido? O ser humano é uma máquina que produz consciência, quem pode negar isto? E quem capacitou o ser humano para que ele produzisse a consciência? Quem capacitou a lâmpada para que ela produzisse a luz? Quem capacitou os peixes de barbatanas para que ele pudesse nadar? É extremamente irracional dizer que milhões de coisas complexíssimas surgiram do acaso, uma só coisa já seria irracional, imagine infinitas coisas. Qual a possibilidade de um celular ser obra do acaso? Se um ateu me provar que uma televisão não tem um criador, eu acredito que nós também não temos.

O Criador é um axioma, não tem como Ele não existir, sendo que existem infinitas criações criadas por Ele, acontece que o Criador-Deus não é isto que os religiosos pintam e nem o que a ciência humana supõe que seja. Deus não trabalha por irracionalidade, mas tudo de Deus é regido por leis e princípio. O haja luz e houve luz é a sabedoria criadora, pois como criar todas as coisas sem sabedoria? É tolice querer explicar o universo sem um Criador. A fotossíntese, as procriações, as reações atômicas, as leis da física, a vida e até mesmo a morte há de se notar uma sabedoria por detrás de tudo isto que a tudo rege por leis e princípios, nada acontece fora das leis e do princípio de cada coisa, não adianta nem tentar. Não se gera uma criança fora do ventre de uma mulher e mulher nenhuma fica grávida se não inseminar o espermatozoide no ventre dela. Não tem como deixar a água sólida há trinta graus centígrados, não tem como soltar um corpo na gravidade e ele subir, são leis e princípios da natureza, e estas leis são regidas por quem? Quem estabeleceu estas leis e princípios para que elas funcionem?

Falando agora da razão da vida, o propósito do Criador Deus tem três fases, a saber, a fase de espermatozoide, a fase humana e a fase espiritual, e para passar de uma fase a outra também é regido por leis e princípio, ninguém nasce neste planeta Terra como ser humano pelo perdão, ou por interseção, ou porque Deus foi com a cara do espermatozoide, mas a mulher e o homem têm que estar dentro das leis da procriação, praticar o princípio da coabitação para se gerar um filho. Para se nascer no espírito é a mesma coisa, onde Deus é o Pai e as consciências são as mães, se a consciência não estiver dentro das leis da procriação espiritual, de nada adianta a palavra de Deus. Se uma mulher pensar em um homem, mas coabitar com outro, de quem vai nascer o filho? De quem ela pensou ou de quem ela coabitou? Neste caso é tolice ir à igreja pensando em Deus e coabitando com o engano, pois vai nascer filho do engano e não o filho da verdade de Deus. Todas as consciências geram o filho do engano dentro delas e não o filho verdadeiro da vontade de Deus. Esperar por Jesus é gerar o filho do engano, mas gerar o Cristo dentro da sua consciência é gerar o filho verdadeiro. A semente de Deus já é este espírito que nos dá a vida, esse é o Cristo que deve ser gerado em cada consciência. Não se diz que uma mulher espera um filho do lado de fora, mas o filho é gerado dentro dela, desta mesma sorte, não se espera o filho de Deus do lado de fora, mas ele é gerado dentro da consciência. O próprio Jesus disse: se alguém disser que o Cristo está aqui ou ali, não vos dê cuidado, porque o reino de Deus está dentro de vós. Esperar por Jesus do lado de fora, tendo o espírito de Deus dentro de si, é o maior engano que as consciências podem cometer.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário