O mundo está caindo

O mundo está caindo num buraco negro, o meu silêncio foi interrompido, almas caindo no vazio eterno. O medo ronda lá fora, são os abutres se alimentando das almas, o som é estridente, não tem diálogo, o entendimento é por sinais, sinais dos infernos. A busca não sei de quê, encher a alma de vazios e um pouco de drogas para equilibrar, não tem o que pensar, muito menos raciocinar, os caras são ideias e as minas cefaleia. É a noite que não termina, e a noitada começando, todos se embriagando, cerveja, whisky e cigarro, vez em quando um tapa na capucheta, vai um baseado aí? O som rolando e a todos incitando, não tem nada a falar e nem como escutar, e o mundo caindo na ribanceira, isto é uma verdade e não brincadeira. Proibido vender bebidas alcoólicas para menores de dezoito anos, crianças só acompanhadas dos pais, e o mundo continua caindo no buraco negro em queda livre.

O som da Terra me ensurdece e não me deixa dormir, é horrível este mundo funk, não tem como piorar, já chegamos no zero do zero, do pior estágio humano, se é que podemos chamar de humanos. Há uma brisa lá fora, é o orvalho da manhã e eu ainda não dormi. Um choque de realidades, um choque de entendimento, raciocínio opostos, caminhos diferentes e o mundo não para de cair, vai acabar se chocando com alguma coisa, não tem onde se segurar, na fé, na compreensão, na empatia, no amor, na gratidão, nos cosmos, ninguém está ligado a nada, e juntamente está caindo com o mundo, vai ser uma glória quando tudo isso aqui acabar. O silêncio, a paz, a esperança, o amanhã, a terra prometida, os tesouros da escuridade tudo num dia só, sou eu fora deste mundo, fora das trevas, fora da condenação eterna dos ímpios, daí vão dançar nos infernos, comer na mesa do diabo e dar as mãos para o nada. Vamos ver quanto custa esta vida barata, que não vale o feijão que comem, não quiseram dar fim à noite, mas perturbaram o mundo até o amanhecer, não deixaram os besouros dormirem, depois vão ser os besouros que não vão deixar os dormir. Os pesadelos vão acometê-los, a depressão falará ainda mais alto, terapeutas, psicólogos vão estudar suas loucuras, o remédio amargo da alma, a solidão eterna, uma solitária, uma masmorra sem chaves. Não tem o que falar, você não vai entender, já se viciou no seu mundo sombrio, um carro para se mostrar, muito dinheiro para pagar, é o dono da sua própria desgraça.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =