Olhar de lince

Eu nem sei por onde começar, nem sei direito o que escrever, como se isto fosse adiantar de alguma coisa, são tantos escritos, trabalhos, poemas, poesias, bloquinhos, quantos tantos já passaram por aqui e escreveram coisas belíssimas, o que aconteceu que não vingaram? Já pensou ficar na história como apenas mais um? Por outro lado, vejo o quanto devo ser forte, olhar sempre à frente, fazer uma história nova, uma história eterna, escrever meu nome no livro da vida, estar contado entre os puros. Dentre milhões descartados só uma entrará ao céu, um lugar belo, um lugar que não há como imaginar, algo além do real, esse é o lugar o qual devemos nos encontrar, e lá nos alegrar por continuarmos juntos, e será assim se realizarmos nossa função como criação.

O propósito da vida é uma realidade, nós já estamos aqui, e só prosseguiremos a próxima fase da vida se realizarmos o propósito de Deus dentro das nossas consciências, não é uma brincadeira, mas é um propósito sério, testa sisuda, olhar sempre à frente, até adentrarmos a fase espiritual. Um olhar de lince, que vê o horizonte, que me permite ir além de onde a vista alcança, que me faz ciente das circunstâncias adversas que muitas vezes querem me tragar, mas que me dá a destreza necessária para driblar todas as ciladas que se dispõem a frente, um olhar que a medida do caminho mais e mais reflete a luz do senhor! Devemos sempre ter uma visão ampla de todas as coisas, para que não demos um passo em falso, o espírito de Deus abre os nossos olhos e nos guia, basta confiarmos e nos entregarmos a ele, devemos nos fazer um com ele, um só corpo, um só coração, um só entendimento para que as nossas consciências se ampliem no espírito que Deus nos deu, pois este é o penhor, a garantia da vida eterna em nossas mãos, mas devemos estar atentos à nossa volta, pois qualquer conversinha mole pode nos derrubar e nos jogar num vazio eterno sem volta. Devemos nos analisar constantemente e colocar o espírito sempre a nossa frente para nos guiar, pois o senhor é a lâmpada que ilumina o caminho que nossos pés devem passar. Não posso perder tempo pensando no que os outros fizeram, tenho a mim para cuidar, o trabalho é grande a se fazer na minha consciência, sou eu e Deus para limpar o que eu sujei durante tantos anos, é uma mão de obra, é uma muralha para derribar, é uma coluna para erguer e um edifício santo para levantar, então não posso brincar com o tempo, pois a qualquer momento Deus pode tirar o meu senhor de mim e eu não quero ficar sem ele e ele não pode ir sem o que veio buscar, porque eu sou do meu senhor e o meu senhor é meu, meu corpo, minha vida, minha completude.

Ser mais uma a cair no vazio eterno não está nos planos, é uma luta, uma batalha, é o caminho da vida, quem deste mundo passa por ele? Não me interessa os outros, eu busquei, eu descobri, eu ando pelo caminho da vida, me alegro muito, me sinto pleno e não é soberba minha, é interesse e busca incessante.

 

Por todos os irmãos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − dois =