Ombro amigo

 

É bom ser a paz de uma consciência

A confiança e a esperança

O passado e o futuro

Mais que um amigo, um irmão

 

É maravilhoso saber que mora dentro de uma consciência

Senti-la pulsando dentro do teu coração

Não é uma ligação carnal

Mas o que chamamos de almas gêmeas

 

Duas almas puras

Em que uma anda livremente dentro da outra

Não ter nada a esconder

Minha casa, tua casa, nossa casa

 

Mas onde encontrar duas almas assim?

Ninguém abre a porta para você entrar

Faz tudo às escondidas

E te trai sem ao menos se importar

 

O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 10 =

Categorias

Postagens Rescentes