Parte que me cabe

Qual a parte que me cabe?

Não pode ser pela metade

Tem que ser pela verdade

Ela é o conjunto da veracidade

 

Um peito sem receio

Que não carrega o medo

Se entrega por inteiro

Para seu Eu único e verdadeiro

 

Uma fusão de sentimentos

Que completa o coração

Aquece o interno congelado

Por haver compreensão

 

Qual sua parte neste complexo?

Em que coopera para se eternizar?

O tempo não muda seu destino

Você é quem deve mudar

 

Tudo está em suas mãos

A esperança no coração

Quem determina seus passos

E com quem você faz laços

 

É uma questão de avaliação

Aonde se encontra o coração

Se espelhar friamente

Fazendo-se alma prudente

 

Quem tem senso de justiça

Consegue ter sóbria avaliação

Colocar todos atos em pauta

E perscrutar seu próprio coração

 

Esta parte só cabe a mim

Cabe a quem deseja se olhar

Pois olhar do lado de fora

Jamais se conhecerá

 

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário