Quanto vale a tua alma? VII

Primeiramente se dar por consciente o que é alma, tendo por sabido que alma é uma consciência pura, imaculada, podemos afirmar que dentro do propósito de Deus hoje conhecido por nós, seria de um valor inestimável se ela tivesse sido preparada para conscientizar, e a fazer apenas e unicamente a vontade do Seu Criador, desde seus primeiros passos na conscientização de tudo. Mas sabemos que não é assim que a banda toca desde sempre, porque primeiro é apresentado o ser animal, e este por sua vez impregnado nas consciências, para desvencilhar-se nos dias de hoje, é praticamente um milagre impossível, por conta do poder que a carne tem dentro das suas consciências. Imagine comigo na altura do campeonato, ser apresentado o ser espiritual para uma consciência que até então, só havia ouvido e se degustado da carne? É praticamente impossível, como diz a palavra, é uma de uma geração inteira. Por isso que entra o despertar de uma consciência neste exato momento, de querer mudar, de determinação, de mudar da água para o vinho, porque quem pode dar o devido valor a sua alma é só ela mesma, com suas atitudes e do querer fazer apenas a vontade do espírito. Por isso a minha consciência segue na luta para se tornar alma, como um guerreiro que não foge da batalha, e que sem demora consiga a tão desejada vitória.

Por Régis Roberto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =