Quanto vale a tua alma? XV

Esta pergunta estimula muito a algo que é extremamente essencial, o confinamento interno, o me ver de verdade no próprio espelho para trabalhar o fruto que interessa a Deus, a consciência, pois já sei que a alma é a consciência pura, sem nenhuma mancha, sem nenhum vestígio carnal para de fato tornar-se morada eterna para o poderoso de Jacó, um templo totalmente santo assim como Deus é Santo. A consciência é muito grandiosa e complexa, pois sem ela nada tem importância de ser, nem Deus, e por outro lado, a consciência também não vale nada sem uma existência para manifestar, e de antemão já sei que a existência da carne é morta em si mesma e se ela for a moradora de minha consciência, de nada valerei para Deus e a carne não irá adiante na eternidade com minha consciência, ou seja, me deixará vazia, mas a existência do espírito ficará para sempre em minha consciência por se tratar de uma existência com vida própria, fora que os frutos e características do espírito faz da consciência valiosa, saudável e a carne por suas características e sentimentos, desqualifica a consciência e a deixa doente. Quem se valoriza ou se desvaloriza é minha própria consciência e hoje vejo o quanto é intenso trabalhar essa consciência para servir a Deus, o caminho é interno, profundo, real e sério e tudo da carne deve ser aniquilado, qualquer sentimento deve ser extirpado, pois por menor que ele seja, desvaloriza totalmente minha consciência diante de Deus, mesmo que tenha a sabedoria e o conhecimento do propósito de Deus, que já é algo maravilhoso, sei que de nada adiantará se realmente não concluir o processo esperado por Deus. Sei que ainda há sentimento carnal, por isso sei que ainda falta muito para chegar ao estado de alma, de essência da consciência para ser valiosa para Deus, mas tenho trabalhado em conjunto com Ele para concluir essa obra, pois sozinha esse trabalho é impossível.

Por Michele Mi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 13 =