Recomendação

Amar ao próximo não está relacionado nas leis de Deus, mas sim uma recomendação, como o meu irmão Jesus disse: um novo mandamento vos dou, que vos ameis uns aos outros, como eu vos ameis. Isto não é lei, mas mandamento, a lei pune quem a desobedece, o mandamento não, mas trata-se de uma recomendação. Ora, pois, se vivemos todos juntos neste mundo, para haver paz temos que compreender uns aos outros, e a compreensão verdadeira ao próximo é o amor, sentir o que o próximo está sentindo, ter empatia pelo próximo, sabendo que estamos todos dentro de um mesmo propósito, e saber que se este propósito for realizado em nossas consciências estaremos todos na próxima etapa da vida. Conhecer o Criador-Deus, conhecer o seu propósito, amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo, isto é, o que você quer para você querer também para o seu próximo, que seria a vida eterna do espírito. Não atrapalhar ninguém no caminho da vida, antes pelo contrário, ajudar em tudo que for possível. Seria a compreensão no seu grau máximo, este seria o verdadeiro amor ao próximo, primeiro compreender a Deus, depois amar o próximo.

Este amor ao próximo sem compreender a Deus é demagogo, todos estes líderes religiosos são déspotas, tiranos em nome de Deus, Deus não é nada disso que eles dizem, mas como as consciências são ligadas à carne, eles usam deste artifício para enganar, como Pedro disse: engodam as almas inconstantes com os desejos carnais. Não há amor nenhum entre os seres humanos, mas só interesse, ninguém compreende o propósito de Deus e só pregam mentiras de enganos, e o povo, coitado, comem estas lavagens, e há tantas mentiras de enganos que quando você fala a verdade ninguém acredita, isto é, as consciências gostam de ouvir o que lhes convém e não a verdade. Mas de que adianta ouvir a mentira que agrada os ouvidos e cair no vazio eterno? O verdadeiro amor é o de Deus, isto é, a compreensão do propósito de Deus, e depois amar o próximo como a ti mesmo.

Eu quero estar na próxima etapa da vida, e quero também todos juntos comigo, este é o verdadeiro amor e a vida eterna, mas este amor de interesse, só visando o bem próprio é hipocrisia. O amor que eu prego é visando o bem de Deus e das consciências e não o bem próprio, ninguém neste mundo busca a Deus pelo propósito de Deus, mas só para Deus ver o seu lado, e quando você vai falar do propósito de Deus ninguém quer te ouvir. Se fala em amor ao próximo quando a pessoa está precisando, mas quando é ela que tem que servir tira o corpo fora, entender que os outros tem que dividir com você, já entendi, mas que eu tenho que dividir com os outros, eu não entendo. Entender que Deus tem que vir fazer as minhas vontades, já entendi, mas que eu tenho que fazer a vontade de Deus, nem me passa pela cabeça. A questão é que as consciências têm o raciocínio invertido dentro delas.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 19 =

Categorias

Postagens Rescentes