Rejeitar o mal

Todos de fato estão na fila da morte, mas ninguém faz nada para sair disto, sabem que vão morrer, mas não largam a carne de jeito nenhum, não buscam se identificar com o Criador Deus para encontrarem a saída da morte, sendo que da morte da carne não tem como escapar. Não se dão conta que a consciência também é eterna e que fora do caminho de Deus é vazio eterno sem volta e sem perdão, mas continuam na fila da morte como as reses na fila do matadouro, não desconfiam que estão diante de uma tragédia eminente e eterna, não buscam saber o que de fato tem por trás de tudo isso, não conseguem distinguir que uma hora o pó volta ao pó, o espírito volta a Deus e a questão é que é a própria consciência que está em jogo. Nós falamos por Deus e conhecemos a sua causa, a nossa luta é defender o seu propósito, anunciando as boas novas, pois chegamos ao pleno conhecimento do propósito de Deus e que em nossas bocas não haja silêncio, pois ninguém conhece esta verdade e nem buscam saber e por mais que não queiram se inteirar, devemos anunciar, pois o que falamos é a verdade de Deus. Ninguém vê a vida eterna do espírito, mas só veem esta vida provisória da carne e se apressam para viverem dos seus próprios desejos desfrutando de tudo que é passageiro e já sentem que na carne pouco tempo lhes restam, não tem ciência de que a vida provém do espírito e que jamais acaba. A lei de Deus não obriga ninguém a andar dentro dela, pois isto deveria ocorrer naturalmente dentro de todas as consciências, afinal estamos no mundo somente para isto, obviamente que quem respeita as leis de Deus, respeita a si mesmo, e também respeita o seu próximo, mas hoje o que vemos são as consciências se deleitando com os desejos carnais, não sabem rejeitar o mal, porque no fundo sentem prazer nesta vida carnal e não sentem nenhum prazer pelo espírito, pois não o sentem, não o conhecem, não discernem um desejo espiritual de um desejo carnal, e na hora da prova sempre pendem para os desejos carnais, até surtam e não rejeitam o mal, são como os viciados que não aguentam com os seus próprios vícios e não suportam ficar longe das drogas, vivem o tempo todo com a vontade maldita de satisfazerem o seu próprio vício e não conseguem se libertar da boca de fumo.

Voz dos anjos

Katia, Patrícia, Vaninha, Lauro, Luiz, Milena

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 2 =

Categorias

Postagens Rescentes