Sei lá se vai ter futuro

Pelo andar da carruagem, nem sei se este mundo ainda terá futuro. Eu vejo os jovens sem sonhos e os velhos vivendo do passado, as dores das almas são muito grandes, almas depressivas, atormentadas, sem cura. Os avarentos são como as larvas das lavouras e os líderes religiosos como as bestas feras dos campos.

Chegamos ao Armagedom, ao apocalipse final, contra as forças das potestades, onde se diz: o diabo desceu a Terra e tem grande ira, porque pouco tempo lhe resta. É o exército do céu contra o exército das trevas, uma guerra no campo das ideias, a espada, a palavra, a defesa, as argumentações, o ataque, a verdade, uma luta entre a luz e as trevas, a verdade contra o engano. Os inimigos estão armados até os dentes e o povo está ao lado deles. O exército deles, a mentira, o nosso exército, a verdade, uma luta entre Deus e o diabo, já estamos apostos ao lado de Deus, os nossos inimigos, bilhões, os nossos soldados dá para contar numa mão. A nossa vantagem, conhecemos a causa, os nossos inimigos, já estão derrotados nos infernos. Lutamos pelo propósito de Deus, os inimigos lutam pelo engano, alguns dos nossos soldados ainda se entregaram aos desejos do inimigo, lutamos pelas posses das consciências ao lado do espírito. Os inimigos também lutam pela posse da consciência, mas ao lado da carne, a batalha é árdua, pois as consciências têm o raciocínio invertido dentro delas. Temos que derrubar a carne das consciências e edificar o espírito, os inimigos pregam prosperidade carnal, o mesmo que satanás ofereceu ao meu irmão Jesus, e as consciências, é claro, caem de boca nas oferendas do diabo, não dará para conseguir muita coisa neste mundo, na verdade, quase nada, pois as próprias consciências se entregam ao inimigo, você quer lutar para ajudá-las, mas elas mesmas se entregam aos desejos carnais.

Por isso tenho vontade de me isolar, lutar só pela minha consciência e deixar o resto pegar fogo, acredito que o que eu deveria fazer por Deus neste mundo já fiz, pois da parte de Deus, Ele não me falou mais nada.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − seis =

Categorias

Postagens Rescentes