Sentimentos perdidos

Não, não tem mais o que fazer, pecou voluntariamente contra o Senhor depois de ter chegado ao pleno conhecimento do propósito de Deus, não tem mais o que fazer, jogou a consciência no vazio eterno com antecipação. São raros, muito raro uma consciência chegar ao conhecimento do propósito da vida, e uma consciência chegar a esta proeza e pisar o filho de Deus nela, nem Deus, com toda a sua sabedoria, soube explicar.

Imagine, nós estamos dentro de um propósito sábio, uma vida eterna e um vazio também eterno a nossa frente, o que explica uma consciência deixar a vida e escolher o vazio eterno? Nunca mais ela terá outra oportunidade de vida, pois estamos falando de um vazio eterno. Esaú trocou a vida eterna dele por um prato de comida, Judas a vendeu por trinta moedas de prata, eles já estão no vazio há dois mil anos e isso ainda não é nada diante de uma eternidade, chega a me dar até um calafrio, eternamente no vazio, como será uma eternidade no vazio? Teve a vida eterna nas mãos e a jogou fora por besteira, preferiu ficar com esta vida provisória da carne. Quem explica isto? E nós ainda estamos aqui neste mundo, e tem consciência que fica com frescura, leva tudo na brincadeira julgando que a coisa não é tão séria assim. É do meu jeito e não do jeito de Deus, quero distância destas consciências, quando elas caírem no vazio eterno vão ver que a coisa era séria.

Não tem uma consciência que leva o propósito de Deus a sério, mas uma é o meu filho, outra é o meu esposo, ou minha esposa, e o espírito de Deus fica ignorado dentro delas, nenhuma consciência tem o menor sentimento pelo espírito. O filho da carne está indo para o inferno e eu ainda dou dinheiro para facilitar, ninguém faz nada pelo filho de Deus, estamos num mundo carnal, todos os sentimentos das consciências são pela carne, e eu fico aqui pelo espírito a ver navios. É péssimo para mim, com sentimentos pelo espírito, ter que conviver com consciências que tem os sentimentos carnais, são sentimentos opostos, os carnais querem te pegar pelos sentimentos da carne, mas como você não tem sentimento carnal, eles ficam perdidos, sem saber o que fazer. Por isso eles se confundem com Deus, porque Deus não tem o menor sentimento pela carne, eles até dizem que Deus matou seu filho espiritual, por amor a eles na carne. Uma tremenda aberração no entendimento, como que um Criador mataria o próprio filho por amor a sua criação? Seria um sentimento esdrúxulo, fora de conexão, um amor absurdo. Fora ainda que os religiosos dizem que é Deus, sendo o Criador, que vem fazer as vontades da criação, invertendo assim completamente o sentido racional da lógica, seria o mesmo que se a cadeira sentasse no Homem, ou que o Homem iluminasse a lâmpada, ou se nós ventilássemos o ventilador. Aí eles dizem: não precisamos fazer nada, porque já veio outro aqui e já fez tudo que nós deveríamos fazer, ou seja, inverteram tudo.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 6 =

Categorias

Postagens Rescentes