Sino da vida

O sino da vida já tocou, é hora de abrir os olhos, levantar para vida e se revestir com a roupagem nova, sentar na mesa dos justos e beber do puro leite racional. Avante! O sol já está se pondo, a despensa está abarrotada de alimentos o suficiente para nos fortalecer. Venham meus irmãos, vamos nos aquecer com a brasa viva e nos banhar com as águas celestiais, lavar os pés uns dos outros e calçarmos as sandálias da justiça, vamos nos alegrar uns com os outros, cantar serenatas de amor ao nosso Senhor e pular de um lado para o outro, sem nos preocupar com o amanhã. Ânimo, alegria, cânticos são remédios que ajudam a curar as nossas feridas, olhem a nossa volta e veja até onde chegamos e em tudo Deus tem nos sustentado, não há o que temer, olhem e sintam o espírito de Deus que nos dá a vida, ele é a única riqueza eterna, o bem mais precioso que poderíamos ter. Vamos deixar tudo para depois e acompanhar o nosso Senhor, com ele a vida é paz, e sem ele nada tem valor. Não podemos perdê-lo de vista, ele é a luz que alumia a nossa caminhada até chegarmos a nossa casa e será o nosso brilho eterno que nunca irá se apagar. Já parou para pensar na maravilha que será quando chegarmos à casa? Imagine só a tamanha alegria do nosso Pai e nossos irmãos, todos de braços abertos a nossa espera? Nossa!! Não tem como calcular este tamanho sentimento, será o dia da grande glória, muita festa e choros de muitas alegrias, nunca mais vamos sentir os ardores dessa terra estranha e seremos eternamente livres ao lado do nosso Pai que tanto nos amou.

Por Milena Gomes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 14 =

Categorias

Postagens Rescentes