Teatro da vida

Não busco mais glórias neste mundo, já vi que acabou a minha participação no teatro desta vida, o meu personagem ainda não morreu, mas ele já saiu de cena, já concluiu o seu papel que veio fazer aqui. Não tenho mais nem vontade de falar do propósito de Deus aqui na Terra, não sou como Isaías que disse: envia-me a mim, mas digo: envia um outro. Não tenho mais pique de pôr as consciências para raciocinarem, é um trabalho muito árduo que requer muita disposição e eu já estou muito desanimado para isso. Já cheguei no meu limite, tem que ser um mais novo como Josué, pois o povo é muito rebelde, já são mais de quarenta anos com este povo pelo deserto e ouço todos os dias: não é melhor votarmos para o Egito. Dá vontade de largar tudo e prosseguir sozinho, não falar mais nada, você não tem nenhum prazer, nenhum ânimo, só decepção e desobediência. Onde estão todos aqueles que já me ouviram falar? Nem sei, eles querem que eu os encorajem no caminho da vida, mas quem me encoraja!? Eu não digo me encorajar a andar no caminho, mas pelo menos me animar, não vejo nenhum fruto, nenhuma atitude, nenhuma ação digna, mas só aqueles blá…blá…blás… do cotidiano desta vida. Toda ideia nova eu ponho em prática na hora, faço a minha parte para animar, mas não vejo esta mesma dedicação nos outros, são animados sim, mas na carne, mas no espírito são mudos. Não andam pelo espírito, mas fazem papéis que são espirituais e não conforme a lei, mudaram todo o script que Deus escreveu por Moisés.

É desanimador, não tenho mais prazer de nada, procuro passar o tempo todo deitado, parece até que sou obrigado a isto, eu não suporto as maldades que cometem contra o Senhor, falo como Davi: por amor de ti tenho suportado afrontas todos os dias. Eu sinto as dores de Deus dentro do meu coração, é uma queimação contínua, um nó na garganta, uma faca entalada no meu peito, tem dias que a dor agrava e eu tenho vontade de sumir, não ver ninguém a minha frente. Eu nem saio as ruas sem necessidade, porque o pouco que vejo já me aborrece, o mundo inteiro está contra mim, todos me aborrecem, e não é paranoia minha, mas Deus já havia falado: não há um que busque a verdade e pratique a justiça. Hoje eu sinto no meu coração o que os profetas de Deus passaram neste mundo, quase todos, morreram por causa da palavra de Deus, pois ninguém aceita. É uma coisa tão esquisita que nem Deus, com toda a sua sabedoria, conseguiu explicar.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 17 =

Categorias

Postagens Rescentes