Terra devastada

Uma plantação muito bem plantada, seu agricultor cuidou muito bem, cercou, regou, usou de seus melhores maquinários para uma colheita extraordinária, esperando frutos suculentos, saborosos, cheios, teve o maior zelo por sua plantação, e como pôde com tanto cuidado dar errado? Mesmo com muito carinho, muito amor, cuidado, zelo, veio o dia da sua colheita, mas por algum motivo, suas raízes estavam secas, suas folhas murchas, seu fruto podre, uma plantação que aconteceu o impossível, um cuidador que fez do melhor para sua plantação, e deu errado a sua colheita. Seria a terra o problema? Quem sabe a resposta para essa terra que foi deixada, suas sementes esquecidas, suas cercas arrancadas, suas máquinas e ferramentas retiradas, nada para cuidar ou proteger a plantação, sua produção foi esquecida, só se tem o vestígio de uma terra árida, terra seca, folhas pelo campo, árvores sem nada de belo, apenas troncos ocos, nenhum sinal de vida nesse campo enorme, para onde foi o agricultor? Ninguém sabe, realmente é uma tristeza deixar para trás sua terra que seria para o seu próprio bem. Hoje espera-se um acontecimento nunca visto, espera-se um despertar, uma folha brotar de uma terra sem vitaminas, uma terra sem um gosto de vida, pode ocorrer um fenômeno desses? Quem dera o agricultor passasse por sua terra e visse uma cor, um fruto suculento, que foi cuidado com amor, mas para se tornar grande foi muito sacrifício, muito ardor, mas sua glória chegou, seu Criador finalmente pôde colher, e seu sorriso apareceu, seu fruto fez sua ação, e assim foi um fruto colhido para o seu proveito.

Por Luiz Gustavo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − um =

Categorias

Postagens Rescentes