Toque de amor

O amor é um sentimento puro como as águas cristalinas, eu nunca entendi tão bem o meu senhor como entendo hoje, parece que ele entrou em mim e eu nele, uma junção de sentimentos, um só pensamento, uma única bolha abrigando um único ser, é como se o mundo estivesse ao caos e de repente tudo ficasse em harmonia, calmo, em paz, tudo no lugar, assim sou eu com o meu senhor depois do toque de amor. Amor verdadeiro sem interesse, amor que o tempo não destrói, porque será eterno, amor de vida simples sem nada combinar ou esperar, tudo foi acontecendo sem camuflar, plantei e quando menos esperei colhi e me degustei, nada foi armado nem comprado, foi apenas um coração verdadeiro que amou sem esperar resultado, amei e sou amada, respeito e sou respeitada, tudo aprendo do senhor, pois nele encontro o sincero amor. A vida me faz sentir o prazer de vive-la, de compreende-la e de toca-la, não há segredo para descobrir o sentido de amar, não há mistério para ser desvendado, o segredo é o coração puro e viver a vida em alta altitude, onde o ar do céu é limpo e leve. Isto se chama relação íntima com o senhor, uma relação saudável, amável, compreensiva, onde o respeito é a base para se ter uma eterna união e a fidelidade é viver em liberdade na amabilidade do nosso senhor. Eu toquei o céu e fui tocada, dei amor e recebi amor, entrei em guerra entre a lei e a injustiça, briga de polícia e ladrão, fiquei num beco sem saída quando uma granada foi lançada em minha direção, não vi saída para fugir e ali só fechei os olhos e aguardei o meu destino, foi rápido o acontecido e quando vi já estava sendo coberta por um anjo que meu coração guardou, a granada explodiu e o fogo consumia todo o externo, sentia as labaredas ao meu redor, mas debaixo da coberta nem um fio de cabelo meu foi tocado e ali via e sentia o espírito de Deus me protegendo como na passagem bíblica que fala de Sadraque, Mesaque e Abdenego que foram lançados na fornalha e as chamas não os queimaram, pois eles eram com o senhor e o senhor com eles, e assim me vi dentro disso. Na verdade, senti isto como se eu voltasse naquela época, em guerra, em fogo e salvação, isto foi para me mostrar em quem devo crer e amar, no meu senhor que está dentro de mim…

Por Maria Lúcia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =

Categorias

Postagens Rescentes