Tudo estranho

Eu falo da razão da existência humana, é muito estranho um planeta com oito bilhões de seres humanos e ninguém saber disso, mais estranho ainda é ninguém se interessar por isso e mais estranho ainda é saber que vai cair no vazio eterno e não se preocupar com isso. Neste mundo é tudo muito estranho, as pessoas querem juntar fortunas num lugar que vão morrer, sacrificam a vida toda atrás do dinheiro e não aproveitam nada da vida, tem o prazer só em ter o dinheiro. O dinheiro só dá poder, mas em si mesmo ele não serve para nada, pois quem come dinheiro, quem veste dinheiro, quem casa com o dinheiro? O dinheiro só é um meio de troca, mas se a pessoa é avarenta, o dinheiro não serve para nada, o dinheiro só tem valor quando gasto, mas parado não tem valor algum.

A verdadeira essência da vida é vivê-la intensamente, ir a fonte dela e beber até saciar a alma, saciar dos prazeres da vida e não saciar os prazeres de um morto. Todos sabem que a morte está no caminho da carne e que a vida está no caminho do espírito, o espírito tem vida própria. O que pode sustentar uma consciência sem vida? Sem vida a consciência é vazia, estado de mórbida, nem Deus entendeu o porquê as consciências foram atrás do que morre, aliás, já é o espírito que dá vida a carne, mas uma vez o espírito volta a Deus, automaticamente a carne perde a vida. A carne é uma espécie de lua que apenas reflete a luz do sol, a vida está no espírito, a carne não presta para nada. A carne é uma criação e ela só serve para produzir a consciência, mas uma vez a consciência produzida, ela deve ser colhida para o proveito eterno do espírito.

Nós estamos dentro de um propósito sábio e a vida continua lá no plano do céu pelo espírito, isto é, a consciência com o espírito. A carne, como todos já sabem, ficará aí enterrada num buraco deste mundo. Será que ninguém enxerga isso, e vão com a carne até o caixão? Muito estranho tudo isso, muito estranho, já estamos dentro disso e ninguém enxerga isso, muito estranho.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 5 =

Categorias

Postagens Rescentes