Um olhar do profundo

O quão fundo você está que te atrapalha de enxergar a verdade? Você está tão fundo, esses enganos que te cobrem te sufocam, te deixam sem ar, sem visão de nada, está até tonto de tanta besteira, não tem forças para sair deste abismo. Tem uma saída, uma única saída, raciocine, saia de baixo destas mentiras, suba e encontre a verdade, olhe para cima, uma luz tão distante, mas é uma luz radiante, uma luz de saída, dependerá somente de você para escapar deste profundo. Saia dessas mentiras para chegar ao céu, ande pela verdade e o seu fim será o certo, seu olhar profundo mostra seus olhos fundos e tristes, um olhar perdido por não saber onde caminhar, anda e rasteja sem ver um palmo de sua mão, vai andando pelas vozes que te controlam e te dominam, até quando olhará para o céu e clamará pela verdade?

Não se importa das correntes estarem sufocando seu pescoço e trancando seu sangue em seu pulso, um olho fundo, tão fundo, e tão perdido, não soube se libertar, pagou pela própria prisão, suba, vá para cima , encontre a luz, e siga sem temer a nada, um olhar reluzente ao ver a luz, seus olhos brilham ao escutar o céu, um sorriso de felicidade e prazer, um olhar de encanto, seu raso foi preenchido com o conhecimento da verdade e sua mão é estendida a luz, ele te toca e você transpõe de plano, uma continuação que somente quem passa conhece a real sensação de ter derrubado o mundo.

 

Por Luiz Gustavo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − sete =