Um tempo remoto

Os tempos já não são mais como no passado, os ares são diferentes, o clima é outro. Mudou tudo em tão pouco tempo, o que era extremamente anormal, passou a ser corriqueiro, o que era simples, passou a ser proibido, agora o mundo é dos espertos. As crianças já nascem sabendo o que querem da vida e os velhos se perderam nela, as consciências não raciocinam, mas realmente chegamos nos finais dos tempos. O mundo é literalmente outro, absolutamente nada a ver com o mundo de cem anos atrás, e não é que evoluiu, mas se perdeu totalmente da moral, do pudor, do respeito, da dignidade e do caráter. Ser homossexual hoje é ser moderno, é assumir seu eu verdadeiro.

Perderam totalmente o vínculo com a verdade do Criador-Deus, não se respeitam mais nem entre si, mas todos têm sentimentos perversos. No livro da lei está escrito que se possível fora enganaria até os escolhidos, pior é que já enganou uma consciência que julgava que era uma escolhida, tanto que já foi falado para não dar ouvidos a conversa mole do diabo, mas o celular entrou para fazer a cabeça de todos, e pior é que o celular passou a fazer parte da sua vida e com isso acabou de vez com o propósito de Deus, coisa que já não tinha, mas pelo menos ainda tinha o respeito, a dignidade, a moral, a confiança, mas hoje, jogar merda na cara do Senhor, se tornou em glória.

Eu já disse isso muitas vezes, não sei o que Deus ainda quer com este mundo, não me importo nem com a minha própria vida, mas não suporto ver o que fazem com Deus e com o seu ungido e eu fico aqui sem poder de nada, com as mãos e os pés atados, debaixo do pé do bode, como disse o profeta Daniel. Estou encerrado na prisão, como João disse em apocalipse, eu não entendo como uma consciência pode jogar merda na cara do Senhor e ficar como se nada tivesse acontecido, só pode ser os finais dos tempos. Como será que uma consciência dessa se sente, jogou a vida eterna dela fora, e tudo bem? Esdrúxulo estes finais dos tempos, aqueles tempos remotos não voltam nunca mais, daqui para frente é de mal a pior. Quando eu era criança, me lembro que ainda tinha o respeito, hoje ninguém mais conhece este sentimento. Olha só onde vim parar? Nos finais dos tempos, se contar lá no céu ninguém vai me acreditar, se contar o que as consciências fazem hoje com o Senhor do céu, vão pensar que é uma brincadeira. O que será que se passa dentro de uma consciência assim?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − cinco =

Categorias

Postagens Rescentes