Visão crescente

Visão elevadíssima ao céu

Se expande em cada ser

Que busca incansavelmente

Transformar-se em um novo ser

 

Alojado na sabedoria

Fez-se amigo do conhecimento

Discernimento cresceu no âmago

E mostrou-lhe qual seu intento

 

Viu-se em uma crescente

E jamais foi inconsequente

Nunca foi displicente

Mas com a verdade foi sempre presente

 

Foi um ponto de partida

Que contrariou as estatísticas

Mudança de rotação

Que transformou o coração

 

Não se conformou, saiu do comodismo

E de si mesmo não foi refém

Buscou a liberdade com força

E subiu ao alto, foi muito além

 

Quem pode tocar o céu ?

Só aquele que sai do chão

Que rasga sem medo o véu

E não tem medo do amanhã

 

O poder contraria os loucos

Que não entendem o seu poder

Muitos se dizem sábios nesse mundo

Mas a sabedoria é a excelência do meu ser

 

Fortaleza indestrutível

Que deslumbra qualquer olhar

Quem contempla com exatidão

Sabe o retrato que ela está a mostrar

 

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =