Visita ilustre

É óbvio que não se trata de uma visita, mas de um propósito, aliás, vamos analisar quem é quem dentro deste propósito. O espírito, pela vida, foi quem nos formou e nos afeiçoou no ventre das nossas mães, por fim nascemos neste mundo, e o espírito continuou nos dando a vida. Nós crescemos e produzimos a consciência, e o espírito ali nos esperando, consciência formada, e ela chegou ao pleno conhecimento do propósito da vida, descobriu o espírito de Deus dentro dela, não que ele veio a ela, mas antes dela ser formada, ele já estava esperando por ela, ela apenas o descobriu dentro dela pela vida. Agora para a consciência continuar com a vida, uma vez que ela sabe que a carne que a produziu vai morrer, ela deve se desligar da carne que morre e se ligar no espírito pela vida eterna dela. Podemos avaliar agora quem é a visita ilustre aí, é o espírito que foi o primeiro dentro do sistema, a carne que foi a segunda como criação ou a consciência que produzimos como criação que apareceu por último? Perceba bem o que Jesus falou pelo espírito: antes que Abraão existisse Eu Sou, quer dizer, não só antes dele existir, mas antes que Abraão, que veio muitos anos antes dele existir, o espírito sempre existiu. Não sei se posso chamar a consciência de visita, porque ela foi produzida ainda agora, mas quem apareceu por último dentro do sistema foi a consciência.

Agora por outro lado também, a consciência é tida como uma casa e pelo propósito de Deus, ela deve despejar a carne e receber o espírito de Deus pela vida eterna dela, trata-se de uma metamorfose existencial, a carne pelo espírito, o espírito até disse; eis que estou a porta e bato, se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei, cearei com ele e ele comigo; mas no geral acredito que quem me ouve compreendeu o exposto, mas deixo a vontade para cada um saber quem é a visita dentro do propósito de Deus. Eu gosto muito destes debates de entendimento para aparecer a verdade do exposto e cada um avaliar por si mesmo o entendimento da coisa. Eu vejo por um ângulo, e cada consciência vê por si mesma, é muito bom conversarmos no campo das ideias, parece que o entendimento aflora nas consciências, ou os irmãos não pensam assim?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 14 =

Categorias

Postagens Rescentes